Previdência é principal fator de aumento no gasto primário da União, diz...
Fullbanner1



Previdência é principal fator de aumento no gasto primário da União, diz Meirelles

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse há pouco em comissão especial da Câmara que as despesas com a Previdência Social são a pincipal razão do aumento do gasto primário do governo, que passou de quase 11% do Produto Interno Bruto (PIB) em 1991 para mais de 19% em 2015. Do aumento total de 8,7 pontos percentuais, 5,6 pontos correspondem à elevação das despesas com a Previdência, disse.

Meirelles ressaltou que o gasto com Previdência é desproporcional à população acima de 65 anos existente hoje. O Brasil, segundo ele, gasta quase o mesmo que França e Alemanha, mas tem uma população idosa bem menor.

Caso nada seja feito, disse o ministro, o gasto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passará de 8,1% do PIB em 2016 para 17,2% do PIB em 2060. Com o teto de gastos, em pouco tempo não haveria mais recursos para pagar as demais despesas da União. “Mesmo com a reforma, em 2060 as despesas previdenciárias vão representar 66,7% dos gastos.”

O debate desta quinta-feira (30) encerra a fase de audiências públicas da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a reforma da Previdência (PEC 287/16). O relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), se comprometeu a conversar com todas as bancadas partidárias antes de entregar o texto para votação.

Mais informações a seguir.

Acompanhe também pelo canal oficial da Câmara no Youtube.