Preso pode ter morrido com tiro na cabeça durante motim
Fullbanner1



Preso pode ter morrido com tiro na cabeça durante motim

Fonte: Da Redação - Com Folhamax
SHARE
Foto: Reprodução.

O detento Jesuino Cândido da Cruz, 28 anos, morreu após ser atingido por um tiro durante um motim ocorrido na tarde de terça feira (21), na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá. As primeiras informações são de que os reeducando foram retirados das celas para que fosse realizada a revista de rotina e houve uma resistência por parte dos detentos.

Em seguida, ocorreu um desentendimento com os agentes, o que gerou um motim nos raios 3 e 4.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), foram acionadas equipes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR), Serviço de Operações Penitenciárias Especiais (SOE), além de apoio do corpo de agentes da unidade para controlar o motim.

Familiares relataram que a confusão começou após os detentos questionarem a retirada de baldes e ventiladores das celas. Segundo relatos, houve disparo contra os detentos e o tiro que acertou Jesuino teria acertado a cabeça. Um projétil de arma de fogo foi encontrado no pátio.

No entanto, imagens mostram alguns detentos feridos aparentemente com tiros de borrachas.

A Sejudh informou que irá se manifestar por meio de nota sobre o ocorrido no PCE. Após o motim, foram acionadas equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para a liberação do corpo e iniciar investigação.

A Politec esteve no local para procedimento de medicina legal. O laudo do IML determinará a causa da morte.

Outros quatro presos ficaram feridos e receberam atendimento médico na área de saúde da unidade.