Prefeito acompanha resultados das cirurgias de hérnia na Santa Casa
Adventista



Prefeito acompanha resultados das cirurgias de hérnia na Santa Casa

Fonte: Da redação
SHARE

O prefeito Zé Carlos do Pátio esteve na tarde desta segunda-feira (28) reunido com a diretoria do Hospital e Maternidade Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis para saber sobre as cirurgias e os atendimentos com médicos especialistas que estão sendo feitos por meio dos programas Fila Zero e Papa Fila.

A intenção do município é intensificar ainda mais os atendimentos para acelerar a redução da fila e com isso beneficiar as pessoas que aguardam pelos procedimentos.

Após o início das cirurgias de hérnia, a Santa Casa está realizando uma média de 20 procedimentos por dia. Mesmo com a dificuldade inicial de encontrar os pacientes por falta de contato telefônico a média está sendo mantida e número total começou a baixar.

Somente na Santa Casa, desde o dia primeiro foram realizadas até o dia 20 desse mês 222 cirurgias eletivas e a intenção é fechar o mês de maio com 250. A equipe técnica do hospital está empenhada em cumprir com os atendimentos, mas demonstrou preocupação caso os insumos necessários nos atendimentos faltarem em decorrência das paralização nas rodovias.

Por meio do programa Papa Fila os pacientes já estão recendo atendimentos de médicos especialistas, como urologista, ginecologista e otorrinolaringologista. Só de mulheres que aguardam atendimento com ginecologista, são 500, conforme informou a secretária de Saúde do município, Izalba Albuquerque.

Muitas doenças que afetam a população, em especial as mulheres, poderiam ser evitados com a atuação mais eficaz dos agentes comunitários de saúde, citou o prefeito. Ele lembra que o número desses profissionais é reduzido no município e já enviou um projeto para a Câmara para praticamente duplicar, para cerca de 1.200, o número de agentes trabalhando na saúde preventiva da população.

Dívida do Estado

O prefeito se comprometeu na reunião a pagar uma dívida, de responsabilidade de Estado, referente ao pagamento das despesas com cirurgias de média e alta complexidade, calculada em cerca de 1,1 milhão de reais, dos meses de fevereiro e março.