Prefeito sanciona Projeto de Prefeito sanciona Projeto de Lei de Orestes restituindo...
Fullbanner1

Fullbanner2


Prefeito sanciona Projeto de Prefeito sanciona Projeto de Lei de Orestes restituindo o nome da “Travessa Belinho” Lei de Orestes restituindo o nome da “Travessa Belinho”

Fonte: Assessoria
SHARE

O Prefeito Municipal José Carlos do Pátio (SD) promulgou e sancionou a Lei Nº. 9.358, de 24 de Julho de 2017, de autoria do vereador Dr. Orestes Miráglia (SD), que restitui o nome de “Belarmino Pereira da Rocha”, à “Travessa do Belinho”, como é mais popularmente conhecida, localizada no Centro B- entre as Ruas: Domingos de Lima e Pedro Guimarães, desde a Década de 1970.

Ao realizar a propositura, o vereador atendeu uma demanda da comunidade que reside no local há mais de 30 anos e que não se conformava com a designação praticada via Projeto de Lei Nº 7.781 de 06 de Agosto de 2013,de autoria do ex- vereador Ibrahim Zaher (PSD), que denominou a “Travessa de Elza Francisca dos Santos”.

Através do PL do vereador, a Câmara revogou a referida lei e manteve a denominação original de Travessa do Belinho.

Na verdade, a razão da insatisfação, segundo os próprios moradores, é que o nome: “Travessa do Belinho” era uma justa e honrosa homenagem ao seu criador, o falecido empresário e pioneiro do ramo imobiliário “Belarmino Pereira da Rocha”, o popular: “Belinho”, que criou o bairro onde está localizada a citada via publica.11

Todavia, no Projeto de Lei proposto pelo vereador Orestes, ele teve o cuidado de respeitar e preservar a honraria oferecida e aprovada pela Câmara Municipal à pioneira homenageada, senhora Elza Francisca dos Santos, indicando o seu nome para denominar a “Avenida –A”, localizada no Residencial Mathias Neves, cuja via tem início na ‘Rua 1’ e encerra-se no final do Residencial Mathias Neves II – (2ª Parte) no município de Rondonópolis.

Com a Sansão Oficial do prefeito ocorrida no dia 06/08/2017 e publicada no Diário Oficial – DIORONDON, a Travessa do Belinho, passa a ser oficialmente denominada com o nome do seu criador, restabelecendo a justiça ao pioneiro.

O saudoso pioneiro faleceu aos 94 anos de idade, no dia 10 de Dezembro de 2012, aniversário da cidade que tanto amou.

Montreal

1 COMENTÁRIO

  1. Quero aqui deixar uma crítica ao ABSURDO que é a mudança de nomes de ruas. Para o Vereador é muito simples fazer projeto de lei e mudar nome de rua e agradar a um ou uma familia (Não que as homenagens não sejam legitimas ou merecidas), mas isso causa uma serie de problemas e CUSTOS FINANCEIROS na vida de quem mora nestes locais. A administração publica precisa parar de dar despensa pro cidadão. Se alguém merece ser homenageado com nome em ruas, que sejam nos novos loteamentos que saem, ou pelo menos naquelas ruas ainda não nomeadas (que já deveriam ter nome quando loteadas). Ainda mais este caso era um, muda-se o nome ai vem outro e muda-se de novo. Vereador Orestes, faça uma lei proibindo a mudança de nomes de ruas. Faça outra lei criando um cadastro com nomes “HOMENAGEÁVEIS” e deixem este cadastro na SEC. habitação para novos loteamentos. Assim, os pobres idiotas que pagam pelas idiotices da administração publica terão menos gastos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

SHARE
Previous articleConstrutora TMI lança apartamento próximo ao shopping com área de lazer completa
Next articleExposul espera bater novo record de público nesta sexta-feira (11)