Prefeito ouve reivindicações de presidentes de bairros da Unisal
Supermoveis

Fullbanner2


Prefeito ouve reivindicações de presidentes de bairros da Unisal

Fonte: Assessoria
SHARE

A quatro dias da realização do Mutirão da Justiça Comunitária que vai acontecer na Região Salmen, o prefeito de Rondonópolis encontrou-se, na manhã desta terça-feira (22), com os presidentes de bairro da Unisal. Os líderes apresentaram a Zé Carlos do Pátio as várias demandas das comunidades que representam.

O prefeito anunciou que, no sábado (26), o governador Pedro Taques virá a Rondonópolis para participar do mutirão e que, no dia, haverá o lançamento de diversos programas, entre eles Escola Viva, que transforma o ambiente escolar em um lugar aprazível, vivo e dinâmico. “A primeira a ser contemplada é a Escola Primeiro de Maio, que vamos embelezar e gramar a área”, comentou Pátio.

Para Ederson Teixeira da Silva, presidente do Residencial Mathias Neves, conversas como essas são fundamentais para que o Poder Público conheça as necessidades da população: “Nós assumimos o papel de porta-vozes, ouvimos os moradores e fazemos a ponte, trazendo as reivindicações que da comunidade e, também, apresentando sugestões”.

Entre as principais demandas, os presidentes dos bairros destacaram pavimentação asfáltica, drenagem e tratamento de escoto. Eles ainda pediram atenção especial para a área da Saúde e Educação.

“Nós já conhecemos algumas reivindicações dessa comunidade e estamos realizando mudanças para atendê-las. Mas o mutirão é um ato cívico e uma confraternização e só tem sentido porque eles, os trabalhadores humildes, estão presentes. Que eles possam aproveitar os serviços que vão estar disponíveis no dia”, sintetizou o prefeito. Ele ainda assinalou o apoio que Rondonópolis tem recebido da bancada federal mato-grossense para que as obras necessárias à qualidade de vida da população sejam concretizadas.

Também estiveram presentes na reunião o vereador Adonias Fernandes, o secretário de Meio Ambiente, João Fernando Copeti Boher e a secretária de infraestrutura, Nívea Calzolari.

Montreal