Prefeito da 8ª cidade mais rica de MT só precisa de um...
Fullbanner1

Fullbanner2


Prefeito da 8ª cidade mais rica de MT só precisa de um voto para se reeleger pela quarta vez

0
Fonte:
SHARE
Foto: Reprodução

Um voto. Isso é tudo que o prefeito Adriano Pivetta (PDT), um dos mais ricos candidatos de Mato Grosso, precisa para se reeleger em Nova Mutum, a oitava maior economia Mato Grosso. Ele é o único concorrente no município, que possui menos de 200 mil eleitores e, portanto, precisa de apenas um voto válido para ser eleito. A mesma situação vive o também aspirante à reeleição João Cebola (PSD), de Nova Xavantina.

“Concorrer sozinho é um pouco diferente. Mas atribuo isso ao trabalho de toda uma equipe. Sozinho ninguém faz nada. Isso só aconteceu porque pesquisas apontaram que a sociedade aprova esse trabalho que foi focado na educação, na saúde”, afirmou Adriano Pivetta, em entrevista ao Olhar Direto, nesta terça-feira (23).

Em Nova Mutum, ele reuniu 15 partidos na coligação “Exemplo e Progresso”: PP, PDT, PSC, PR, PPS, DEM, PSDC, PMN, PSB, PRB, PSD, PEN, PHS, PROS, PSDB. Dois partidos ainda se mantêm como oposição, PT e PMDB, mas, sem um postulante majoritário, irão disputar somente vagas na Câmara de Vereadores da Cidade, para a qual lançaram nove candidatos.

E justamente pela existência dessa oposição fará Adriano participar do pleito e sua campanha vai ser lançada nesta terça. “Será uma campanha de compromisso. Precisamos eleger bons vereadores para fazer um bom mandato. A oposição existe e a responsabilidade aumenta com a candidatura única”, explicou-se. A ideia é atrair o máximo de participação dos 24 mil eleitores do município.

Essa é a quarta vez que ele disputa a Prefeitura de Nova Mutum. Adriano foi eleito prefeito pela primeira vez em 2000, reeleito em 2004, ficou fora do cargo entre 2008/20013 e venceu novamente as eleições de 2012. Ele confere essa aprovação popular na cidade a sua politica de valorização do servidor.

“Eu valorizo muito o servidor de carreira. Eles tem muita liberdade para trabalhar, não é uma administração centralizadora. Nós temos um ambiente muito bom de trabalho. Eu acho que esse é um momento em que todo gestor deveria tentar isso, valorizar o servidor, fazer ele vestir a camisa”, argumenta.

Adriano é irmão mais novo do gestor de Lucas de Rio Verde, Otaviano Pivetta (PSB), o prefeito mais rico do Brasil, com uma fortuna declarada de R$ 359 milhões. Apesar da discrepância no valor da lista de bem de ambos, Adriano também é milionário, com mais de R$ 27 milhões declarados a Justiça Eleitoral – exatos R$27.082.256,68.

Outra similaridade entre ambos é que os dois comandam cidades de grande importância econômica para o Estado. Nova Mutum possui um PIB de R$ 2,1 bilhões, o oitavo maior de Mato Grosso, e é o terceiro maior exportador de Mato Grosso, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, em decorrência da venda de grãos a outros países.

Nova Xavantina

Os 15 mil eleitores de Nova Xavantina vivem a mesma realidade de Nova Mutum, com apenas um candidato a prefeito e 44 candidatos a vereador. O candidato a prefeito de Nova Xavantina, João Batista Vaz da Silva, mais conhecido como João Cebola, também busca a reeleição, a exemplo de Adriano Pivetta.

Ele conseguiu reunir 18 partidos na coligação “Unidade Democrática”, que se divide em duas na disputa de vereadores: PSDB, PP, PDT, PR, PMB, PRP, PT, PV, PTB, PSL, PSB, PSD, SD, DEM, PRB, PMDB, PC do B e PSC. Lá, nenhum partido lançou candidato a vereador por uma chapa de oposição.

Fonte:OlharDireto.

Montreal