Portal Desafio da Câmara começa a receber inscrições
Fullbanner1

Fullbanner2


Portal Desafio da Câmara começa a receber inscrições

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE

Estão abertas, a partir desta segunda-feira (26), as inscrições em dois editais da Câmara dos Deputados lançados no Portal Desafio. Com a iniciativa, a ideia é atrair pessoas interessadas em propor soluções inovadoras para a Câmara.

O primeiro desafio ao público é a criação de um novo portal na internet que reúna de forma eficiente para o cidadão informações sobre proposições em tramitação, notícias do Parlamento e mecanismos de transparência e de participação popular. As propostas têm que ser apresentadas até o dia 15 de setembro. O primeiro lugar será premiado com R$ 150 mil; o segundo, com R$ 100 mil; e o terceiro, R$ 50 mil.

O segundo desafio é a criação de um aplicativo para tablets e celulares que torne o processo legislativo mais acessível à população. Neste caso, os trabalhos têm que ser apresentados até 25 de agosto, e a premiação será de R$ 25 mil para o primeiro colocado, R$ 15 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro.

Busca de talentos
A gestora do Portal Desafio, Dryade Shclarman, explica que o objetivo dessa modalidade de solução de problemas é permitir atrair talentos por toda a sociedade, e não apenas por meio da licitação tradicional, em que participam apenas empresas. “Podemos receber ideias geniais também de pessoas talentosas”.

“Um estudante de ensino médio, por exemplo, poderá usar o portal de dados abertos para desmentir um boato no WhatsApp analisando melhor e compartilhando os dados corretos em seguida. Poderá também acompanhar os gastos do Parlamento sob um enfoque específico”, explicou o servidor Fabricio Rocha, do Centro de Informática da Câmara.

Campus Party
O Portal Desafio foi lançado pela Câmara dos Deputados durante a Campus Party, há dez dias. Realizado pela primeira vez em Brasília, o evento superou as expectativas iniciais de público, com a presença de cerca de 70 mil pessoas. Durante a Campus Party, o público participou de palestras, workshops e competições nas áreas de computação, robótica e empreendedorismo.

Para a Câmara, a Campus Party também serviu para divulgar o trabalho do Laboratório Hacker. Com a iniciativa, criada em 2013, a Câmara passou a ser referência internacional em inovação no Parlamento. O Laboratório Hacker foi pioneiro ao atrair a contribuição de especialistas em tecnologia para ajudar a sociedade a usar os dados legislativos, conferindo transparência à Câmara.

Além de maratonas de hackers (hackathons), o Laboratório também tem outros projetos, como o Portal e-Democracia, que permite, por exemplo, audiências públicas interativas e discussões em fóruns.

Montreal