População participa de audiência pública sobre mobilidade urbana
Supermoveis

Fullbanner2


População participa de audiência pública sobre mobilidade urbana

Fonte: Assessoria
SHARE
Rondonópolis está avançando no plano de mobilidade urbana, a construção da proposta vem sendo realizada por meios de reuniões com a sociedade, entidades de classe e clubes sociais. Na noite desta quinta-feira (17) os moradores tiveram mais uma oportunidade de apresentar sugestões e propostas que fixarão regras e metas para garantir o aperfeiçoamento da cidade nos próximos dez anos.
Na oportunidade a empresa contratada para realizar o diagnóstico das demandas de infraestrutura e mobilidade, apresentou uma proposta prévia para nortear o novo plano, abordando circulação de pessoas, acessibilidade, transporte público coletivo, áreas de estacionamento, transporte escolar, uso de caçambas, entulhos, ciclovias e demais pontos.
A administração municipal frisou durante a reunião que preza para que todo o trabalho que está sendo desenvolvido pense quais serão as diretrizes e princípios para que a cidade tenha uma boa mobilidade urbana, sustentável e também socialmente inclusiva.
Diversos moradores fizeram considerações ao final da audiência que foram acolhidas pela comissão do Plano de Mobilidade e será incorporada dentre os estudos para trazer mais qualidade de vida para a população. O prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio enfatizou a participação da população e o envolvimento dela na construção da cidade para o futuro.
“Que cidade temos e que cidade queremos. Hoje vamos ouvir a comunidade e aplicar os equipamentos públicos necessários para trazer esse futuro com mais consciência e planejamento. Quero parabenizar a população de Rondonópolis que tem participado, pois é politizada e sabe defender seus interesses. É sábio ouvir o cidadão, abrir o debate e participar com ele de seus problemas, desta forma erramos menos”, desta Pátio.
O líder comunitário do Distrito da Vila Operária, Valdivino de Camargo, diz que essa oportunidade que a população está tendo de participar das discussões é de extrema valia, principalmente para aquelas que possuem necessidades especiais ou mobilidade reduzida.
O coordenador dos estudos, arquiteto e sociólogo, Geraldo Moura diz que as 19 oficinas nos bairros já levantaram muitas demandas, mas a audiência é mais encorpada, trazendo mais propriedades à discussão. De acordo com o diagnóstico já captado das participações populares, pontos que precisam melhorar na construção do plano diretor do município que também agrega o Plano de mobilidade, sobretudo, se resumem a infraestrutura, porém a população já se mostrou mais satisfeitas no que diz respeito à saúde e a consolidação do município como polo econômico e educacional.
A audiência também contou com a presença de vereadores, secretários municipais, líderes comunitários, Polícia Militar, Promotoria de Justiça entre outros.
Montreal