Pontos de paralisação em MT são esvaziados
Fullbanner1



Pontos de paralisação em MT são esvaziados

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Em Rondonópolis, homens do exército monitoram local onde existiam tendas e estavam aglomerados grevistas. Foto - NMT

Os principais pontos de paralisação de Mato Grosso não mais existem nesta quarta-feira (30). Nos últimos dez dias, acompanhando mobilização nacional, caminhoneiros se manifestavam cobrando principalmente a redução do preço do óleo diesel, algo já conquistado junto ao Governo Federal em R$ 0,46 o litro.

O presidente, Michel Temer (MDB), ainda nos primeiros dias de manifesto, atendeu 12 reivindicações dos trabalhadores e exigiu o fim da greve. Com a resistência, acionou as forças federais de segurança, mas decidiu ceder ainda mais um pouco nos pedidos, mas mesmo assim o manifesto seguiu.

Ontem (30), efetivamente o Exército e Polícia Rodoviária Federal – PRF, apoiados pelas forças de segurança estaduais, como a Polícia Militar, desobstruíram os principais pontos de paralisação. Segundo o superintendente da PRF em Mato Grosso, Aristóteles Cadidé, os pontos de bloqueio não mais existem.

“Rondonópolis, Pedra Preta, Pontes de Lacerda, Barra do Garças, Jaciara, Cuiabá, Trevo do Lagarto não têm mais nenhum ponto de paralisação. Em Rondonópolis, Jaciara e Cuiabá, estes pontos foram ocupados pela PRF e de prontidão no local segue Exército. As tendas montadas não mais existem e o tráfego segue normalmente”, confirmou Cadidé,