Polícia representa por soltura de investigada em morte de personal em MT
Supermoveis



Polícia representa por soltura de investigada em morte de personal em MT

Fonte: Da redação
SHARE
Foto: Internet.

A Polícia Judiciária Civil, por meio dos trabalhos conduzidos pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) representou pela soltura da custodiada Ane Lise Hovoruski, no último final de semana.

A mulher foi recambiada pela DHPP no sábado (24), da cidade de Foz do Iguaçu (PR) para Cuiabá, após ser presa em cumprimento a mandado de prisão temporária expedida pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá. O caso apura a morte do personal trainer, Danilo Nascimento de Souza Campos, 28 anos, no dia 8 de novembro de 2017, no bairro Duque de Caxias.

A solicitação de soltura de Ane Lise partiu após colaboração da investigada em longo interrogatório, conduzido pela delegada Alana Cardoso, em a conduzida demonstrou ser ameaçada (no passado e presente) pelo ex-companheiro Guilherme Dias de Miranda, 35, que está foragido.

“Inicialmente trabalhávamos com duas possibilidades – dela ter participação no crime e também dela ser vítima. Neste momento, compreendemos que ela não teve participação dolosa no homicídio e que esta sob ameaça do seu ex-companheiro. Diante desse cenário, a DHPP se manifestou pela soltura dela”, explica a delegada.

Além de Guilherme outro suspeito está com mandado de prisão em aberto, Walisson  Magno de Almeida, 27 anos, apontado nas investigações como a pessoa que efetuou os tiros contra a vítima.