Polícia esclarece morte de jovem em MT e prende dois
Fullbanner1



Polícia esclarece morte de jovem em MT e prende dois

Fonte: Da redação
SHARE
Foto: Reprodução.

A Corregedoria da Polícia Judiciária Civil confirmou a prisão do escrivão W. C.A. 33, e o seu primo W.T (que não é policial civil), acusados de serem os autores da morte da adolescente Rurye Perossi Yusseff, 16 anos, ocorrido em 17 de setembro de 2016, na cidade de Sinop (500 ao Norte).

Os dois tiveram mandados de prisão preventiva, cumpridos, neste sábado (26),  em decorrência das investigações presididas pela Corregedoria que reuniu elementos probatórios contra os suspeitos, em diligências realizadas na cidade de Sinop desde setembro de 2017, quando o caso foi encaminado pela Delegacia de Sinop (que já vinha investigando a morte) à Diretoria Geral que repassou à Corregedoria Geral, por se tratar de suspeita envolvendo policial.

As investigações apontam que a jovem não era alvo do atirador e a motivação do crime está relacionada a desentendimento entre o escrivão de polícia e outro rapaz ocorrido momentos antes do crime, no mesmo evento – um ponto de encontro de jovens conhecido por Beco, perto de uma faculdade .

Após a discussão, o escrivão e seu primo saíram do local e retornaram depois. O  escrivão, por se encontrar em estado de embriaguez, e querendo se vingar ou intimidar o grupo do rapaz com quem se desentendeu, realizou disparos e um dos tiros  atingiu a jovem Rurye.

O escrivão e o primo serão encaminhados a audiência de custódia, na cidade de Sinop.  Após, o escrivão será encaminhado para o Centro de Custódia, em Cuiabá, por se tratar de policial com curso superior, e o primo ficará no presídio de Sinop.