Polícia Civil prende integrantes de quadrilha de roubos e furtos em Várzea...
Supermoveis



Polícia Civil prende integrantes de quadrilha de roubos e furtos em Várzea Grande

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Os autores de dois furtos realizados no sábado (08.04), em residências de Várzea Grande, foram identificados e presos pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG). Acusados de integrar uma quadrilha especializada em roubos e furtos, Gabriel Fagundes Correa, 22, e Jean Rodrigues Sena do Valle, 40, foram autuados em flagrante pelos crimes de furto qualificado e associação criminosa.

As investigações começaram no domingo (09), quando duas vítimas, moradoras dos bairros Canelas e Jardim Imperador, procuraram a Delegacia para informar que suas casas foram arrombadas e furtadas. Em análise do circuito interno de segurança das residências, foi possível constatar que nos dois casos, três homens em um veículo Fiesta Sedan, preto, foram os responsáveis pelos furtos.

Nas ações, os criminosos subtraíram aparelhos de TV, notebook, ar-condicionado, bolsas e carteiras dentre outros pertences das vítimas. Pelas imagens, os policiais da Derf-VG conseguiram identificar dois dos autores como sendo Gabriel e Jean. Os dois têm várias passagens por crimes de roubos e furtos. Em checagem ao veículo foi possível constatar que o Fiesta Sedan estava registrado em nome da esposa de Jean.

Imediatamente, os policiais iniciaram as diligências conseguindo realizar a prisão da dupla. As investigações da Derf-VG apontam que Jean e Gabriel integram a uma associação criminosa, que se dedica a prática de roubos e furtos em Várzea Grande. Gabriel possui várias passagens pelos crimes, sendo preso no último dia 28 de março, por dois furtos qualificados em Barra do Bugres. Jean Rodrigues possui várias condenações criminais e saiu da cadeia no mês de janeiro deste ano.

Segundo a delegada Elaine Fernandes da Silva, os suspeitos confessaram a prática dos furtos, mas recusaram informar nome ou endereço do terceiro envolvido no crime e qual o destino dos objetos furtados. “Um joga para o outro a responsabilidade quanto a posse dos produtos do furto. Jean fala que os objetos ficaram com Gabriel, que por sua vez, afirma que ficaram com Jean”, disse a delegada.