Polícia Civil prende 5 e desarticula quadrilha envolvida em estelionatos virtuais
Fullbanner1



Polícia Civil prende 5 e desarticula quadrilha envolvida em estelionatos virtuais

Fonte: Da Redação com PJC
SHARE
Foto: Assessoria.

Três homens e duas mulheres, integrantes de uma associação criminosa especializada em estelionatos virtuais, foram presos pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de quarta-feira (26.09), em Cuiabá. O grupo criminoso aplicava golpes envolvendo veículos anunciados à venda pela internet.

Edinilson Barbosa de Oliveira Junior, 25, Paulo José Ferreira da Conceição, 37, Luiz dos Santos Silva Junior, 22, Elessandra Avelar dos Santos, 42 e Emanuelle Cristina Santos de Jesus, 19, foram autuados em flagrante pelos crimes de estelionato e associação criminosa. Eles foram presos em uma agência bancária, no bairro Duques de Caixas, quando tentavam fazer um saque de R$ 50 mil.

Os investigadores da Derrfva, receberam informações, levantadas pelo Núcleo de inteligência (NI) da delegacia, acerca da atividade do grupo criminoso, liderado e coordenado supostamente por indivíduos sob a custódia do Sistema Prisional. Os envolvidos estavam de forma reiterada, aplicando golpes e realizando saques de montantes expressivos.

De acordo com o delegado, Marcelo Martins Torhacs, nesse tipo de estelionato, o integrante da quadrilha faz a “ponte” entre vendedor e comprador de veículos, sem o perfeito conhecimento desses, mas acaba indicando dados de contas bancárias fornecidas por pessoas cooptadas pelo grupo.

A vítima interessada em comprar o veículo, ludibriada, deposita o valor em contas fornecidas pela quadrilha. Imediatamente após o depósito ou transferência, outros integrantes comparecem rapidamente à agência bancária e realizavam o saque do valor total obtido com a fraude, ou aquilo que conseguiam.

Na última segunda-feira, o grupo criminoso lucrou mais de R$ 100 mil, em uma única ação bem-sucedido. Na oportunidade, a vítima pensou que havia adquirido um caminhão Ford Cargo, anunciado na internet. Parte do valor pago foi bloqueado, mas o grupo conseguiu a outra parte e ainda passou cartões em máquinas de aplicativos de pagamentos via internet.

Segundo as investigações, o grupo era chefiado por Edinilson, o qual agia sob orientação e determinação de reeducandos. Já os outros integrantes tinham conhecimento dos golpes, e forneciam suas contas bancárias. O dinheiro proveniente dos estelionatos era destinado para custear tal organização criminosa.

Os suspeitos foram surpreendidos na quarta-feira (26), dentro de uma agência bancária, onde tentavam fazer um saque no valor de R$ 50 mil. No entanto, a quantia estava bloqueada judicialmente, por se oriundo de estelionato ocorrido na cidade de Belo Horizonte (MG), na terça-feira (25).

Diante do flagrante, os cinco foram conduzidos à Derrfva, interrogados e autuados pelos crimes de associação criminosa e estelionato. Em seguida, todos foram apresentados para audiência de custódia, no Fórum de Cuiabá.

As diligências continuam com objetivo de identificar e indiciar os outros integrantes da associação criminosa.