PMDB processa secretário de Taques e reclama de inserções do PSDB
Fullbanner1

Fullbanner2


PMDB processa secretário de Taques e reclama de inserções do PSDB

0
Fonte:
SHARE
Foto: Internet

O deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) interpelou judicialmente nesta semana no Tribunal de Justiça de Mato Grossoo secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques. Ele cobra explicações sobre declarações do secretário a imprensa no início deste mês.

Taques declarou a jornalistas que o parlamentar “ficou acampado” na sede da Secretaria de Fazenda no final de 2014, últimos dias da gestão de Silval Barbosa (PMDB). “Fazendo o quê, somente Deus e as cortinas da Sefaz podem responder”, disse.

Além disso, condenou o fato do próprio líder do PMDB considerar “justa” a prisão do ex-governador, ocorrida em setembro de 2015, por esquema de corrupção no Estado. “As sanguessugas têm mais lealdade que uma postura dessas. Isso é uma demonstração inequívoca de oportunismo”, afirmou o secretário.

Na petição, Bezerra destaca sua trajetória política, destacando que ocupou os cargos de senador, governador e está no terceiro mandato de deputado federal. “Ou seja, há toda uma construção de sua vida pública, tendo representado e continua assim procedendo com uma conduta ilibada sem manchas”, assinala.

Ao tomar conhecimento da interpelação, o secretário disse estar tranquilo a prestar esclarecimentos na Justiça. Ele agiu com ironia afirmando que um processo movido contra ele por Bezerra “conta pontos em seu currículo”

Os representantes de Carlos Bezerra ainda avaliam uma representação contra o PSDB e o deputado federal Nilson Leitão (PSDB). Nas inserções do partido em Mato Grosso, o tucano associa o PMDB e o PT aos escândalos de corrupção.

Fonte: FolhaMax

Montreal