Plantio de mamão formosa garante renda a agricultor de Rosário Oeste
Adventista

Fullbanner1


Plantio de mamão formosa garante renda a agricultor de Rosário Oeste

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

No município de Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá, o agricultor Ezequias de Oliveira decidiu apostar no plantio de mamão. Há 12 anos ele investe na fruticultura, e, somente na última colheita, a produção total de mamões chegou a cerca de 1500 frutas. Tudo isso é vendido nos mercados locais, no município vizinho Nobres e na central de distribuição de hortifruti de Cuiabá.
 
“Eu optei pelo cultivo de mamão por causa da capacidade de produção por hectare comparado com outro tipo de plantação”, conta Ezequias. O produtor rural tem uma pequena propriedade de 21 hectares com três mil pés de mamão. Porém, acredita bastante no potencial da fruta e faz planos de expandir o negócio – quer plantar mais três mil pés já no início do próximo ano.
 
Filho de trabalhadores rurais, Ezequias vem seguindo os passos da família. Quase todos os dias levanta cedo, por volta de 5h30, e se dedica aos cuidados com a terra. Assim como seus pais, o produtor também não trabalha sozinho. Recebe o apoio da esposa e dos filhos. Para eles, o trabalho na agricultura é “prazeroso” e “extremamente necessário”, pois essa é a única fonte de renda da família, de acordo com Ezequias.
  
Além do plantio de mamão, o produtor rural investe no cultivo de abacaxi, banana, jiló e pimentão. A ideia é fazer um rodízio de cultura. “No momento eu estou aproveitando uma lavoura de mamão velha, estou com 1500 exemplares de pé de banana”, diz. O cultivo de banana também deu tão certo que rendeu novos planos. No início do ano que vem, devem ser plantados mais 7500 pés de banana, o correspondente a cinco hectares de terra.
 
Ezequias é um dos associados RedeCoop. A Rede de Apoio, com atuação em diversos municípios do Mato Grosso, busca, principalmente, fortalecer cooperativas, associações e empreendimentos individuais voltados à produção e agroindustrialização de pequeno porte.
Foto: Assessoria.