Petrobrás admite falta de gasolina em postos de Mato Grosso após alta...
Supermoveis

Fullbanner2


Petrobrás admite falta de gasolina em postos de Mato Grosso após alta do etanol

Fonte:
SHARE
Foto: Gazeta Digital/Internet

Com a nova alta do preço do etanol, que chegou à marca de R$ 3,09 na primeira semana de 2016, a gasolina voltou a ser mais vantajosa para os motoristas. Só que os postos de combustíveis não estavam preparados para o aquecimento da demanda, já que o derivado de petróleo passou muito tempo sendo ignorado pelos consumidores devido aos altos custos.

A Petrobras Distribuidora informou à reportagem do site que alguns postos de Mato Grosso sofreram atraso pontual no ressuprimento da bandeira Petrobras, mas a programação de entregas encontra-se em vias de regularização.

Em alguns postos da Capital, ainda é possível encontrar o litro do etanol sendo comercializado por R$ 2,69, mas o derivado da cana de açúcar está sendo vendido entre R$ 2,99 e R$ 3,09, uma alta de quase 15%.

Até o final de outubro, o etanol era comercializado entre R$ 1,69 e R$ 1,95. Em apenas três meses o preço aumentou mais de 50%. Comparando o preço de um tanque de 50 litros cheio está custando agora R$ 154,50, quase o dobro dos R$ 84,50 que o motorista pagava em outubro.

O etanol é consumido mais rápido pelo motor flex de um carro do que a gasolina. Para identificar qual dos dois é mais vantajoso, é preciso dividir o preço do litro do etanol pelo valor do litro da gasolina. Se o resultado da conta for maior que 0,7, vale a pena colocar gasolina, se for menor, o melhor é o consumidor abastecer com etanol.

ALTA NAS DISTRIBUIDORAS 

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás e Natural e Biocombustíveis de Mato (Sindipetróleo) esclareceu em nota que as altas nos preços do etanol, gasolina e óleo diesel vêm ocorrendo de forma sucessiva.

 

Os preços têm subido muito nas refinarias e distribuidoras e os aumentos afetam todos os produtos. A maior alta foi registrada sobre o etanol hidratado, anulando a vantagem desse combustível sobre a gasolina. Nas distribuidoras é possível verificar majoração de 34% entre os últimos meses de outubro, novembro e dezembro de 2015 e início deste mês no etanol.

 

Nesta semana, nas distribuidoras, fornecedoras de combustíveis aos postos, é possível encontrar preços do etanol com R$ 0,30 de diferença entre uma e outra companhia. Algo incomum nesse mercado de preços similares. Essa diferença  entre grandes distribuidoras e pequenas é um cenário novo nesse mercado.

 

Fonte: HiperNotícias

Montreal