Pesquisa Mark mostra empate técnico de Sachetti e mais três em disputa...
Adventista

Fullbanner1


Pesquisa Mark mostra empate técnico de Sachetti e mais três em disputa pelo Senado

Fonte: Da Redação
SHARE

A pesquisa Mark divulgada nesta terça (11) pelo site cuiabano Rdnews aponta que ainda há muita indefinição na briga pelo Senado, principalmente pela segunda vaga.

A pesquisa mostra o ex-governador Jayme Campos (DEM) na liderança, com 32,5% das intenções de voto para o Senado. No entanto a surpresa é na modalidade estimulada, onde o deputado Adilton Sachetti (PRB) apresenta um crescimento considerável neste momento da disputa e já está tecnicamente empatado dentro da margem de erro com os demais postulantes.

Na realidade quatro candidatos estão tecnicamente empatados na segunda colocação, no limite da margem de erro, que é de 2,5 pontos porcentuais para mais ou para menos. O Procurador Mauro (Psol)  com 15,4%, seguido do deputado federal Nilson Leitão (PSDB), com 14,9%, da juíza aposentada Selma Arruda (PSL), com 12,1%, e Adilton Sachetti (PRB), com 11,3%.

O levantamento da Mark foi feito entre 7 e 11 deste mês, em 81 municípios. Está registrada na Justiça Eleitoral sob número MT-01860/2018. Ao todo, foram ouvidos 1.086 eleitores de 81 municípios. O nível de confiança é de 95%.

Sachetti fez questão de destacar ao site Rdnews que o crescimento neste momento, deve-se principalmente ao empenho da campanha que está fazendo.  Ele reconheceu que está andando todo o Estado em busca do voto. “Estamos trabalhando muito e andando muito pelo Estado em busca do voto. O sucesso só vem antes do trabalho no dicionário. Estou me dedicando muito, conversando com as pessoas, pedindo voto e temos todas as condições para ser um dos senadores de Mato Grosso. E vou seguir firme, pedir voto até o último minuto permitido pela legislação”,  disse Sachetti ao site cuiabano.

Na terça, após a pesquisa Sachetti estava em Rondonópolis participando de uma reunião com representantes do setor de transportes sobre a travessia urbana e em seguida fez uma caminhada na região da Vila Olinda, ao lado do candidato ao governo Wellington Fagundes.