Pesquisa da TV Band aponta empate técnico na disputa ao Governo
Supermoveis



Pesquisa da TV Band aponta empate técnico na disputa ao Governo

Fonte:
SHARE

O início da campanha nas ruas e do horário eleitoral gratuito na TV e rádio serão indispensáveis aos candidatos ao Governo de Mato Grosso, uma vez que, hoje, o cenário é de empate técnico entre os dois primeiros colocados e de elevado número de eleitores indecisos. É o que mostra a pesquisa realizada pelo instituto Real Time Big Data e divulgada pela TV Band, nesta terça-feira (14.08), no Programa Estúdio Band. O resultado aponta para um possível segundo turno entre o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), e o governador Pedro Taques (PSDB).

“O que eu sinto é que as pessoas elegeram o Pedro, depois de vários escândalos que tiveram de corrupção. As pessoas buscaram um candidato limpo, honesto, criaram uma expectativa gigantesca em relação ao governo dele. Eu acho que ele vai ter um tempo de TV e vai mostrar o que foi feito ‘eu fiz isso, fiz aquilo’”, afirmou o cientista político Bruno Soller, que analisou os dados da pesquisa durante o programa.

Questionado sobre a situação do governador, se é reversível, o analista Soller disse não ter dúvidas disso, uma vez que a aprovação do governo chefiado por Pedro Taques, é considerada boa, diante dos outros governadores. A pesquisa mostrou que a gestão Taques tem 39% de aprovação dos eleitores.

Os números revelam ainda queda na rejeição do governador tucano, se comparados com os índices do final de 2017 e início deste ano. “As pessoas respeitam o Pedro Taques, ele tem credibilidade, falam dele como um político sério, isso é raríssimo no Brasil”, finalizou Soller.

Na amostra estimulada, Mauro tem 26% das intenções de voto contra 20% de Taques. O terceiro colocado é o senador Wellington Fagundes (PR) com 13%. O número de votos em branco, nulo e de quem não votará representa 16% e os indecisos somaram 25%. Os candidatos Arthur Nogueira (Rede) e Moisés Franz (Psol) não pontuaram na amostra.

Na modalidade espontânea, a diferença entre Mauro (14%) e Pedro Taques (9%) é ainda menor. O senador republicano ficou com apenas 2% das intenções. Os votos em branco, nulo e de quem não votará representam 9% e os indecisos chegam a 66% – número que costuma mudar consideravelmente após o início dos programas eleitorais.

O resultado da pesquisa animou os tucanos, uma vez que também representou crescimento no potencial de votos a Pedro Taques e crescimento do candidato ao Senado Nilson Leitão (PSDB).

REGISTRO – A amostra da pesquisa realizada pelo instituto Real Time Big Data foi coletada entre os dias 08 e 09 deste mês, com 1.004 eleitores de 31 cidades de Mato Grosso. A margem de erro é de 3% para mais ou menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com número 01202/2018.