Pedro Taques afirma que má qualidade também é corrupção, ao inaugurar trecho...
Supermoveis

Fullbanner2


Pedro Taques afirma que má qualidade também é corrupção, ao inaugurar trecho da Rodovia MT 251 e Laboratório

Fonte:
SHARE
Foto: Assessoria

Pelo menos 10% dos recursos investidos numa obra rodoviária tendem a ser economizados caso haja garantia de qualidade no projeto e na execução, mediante compromisso da empresa responsável com o governo. A explicação partiu do engenheiro Marcelo Duarte, secretário de Estado de Infraesturtura (Sinfra), a pedido do governador José Pedro Taques (PSDB), após inaugurar o trecho da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) e o Laboratório Renê de Oliveira Neuenschwanber, nos fundos da Sinfra.

A entrega do trecho restaurado, do trevo de acesso ao Lago do Manso até o Balneário Mutuca, foi a primeira obra do programa Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá, com previsão de mais de R$ 1 bilhão de investimentos na região até 2018. “Estamos fazendo tudo com transparência e responsabilidade. Prova disso é que Mato Grosso depositou a contrapartida e o BNDES nos garantiu R$ 500 milhões para continuarmos os investimentos, por conta do compromisso que temos com a qualidade”, afiançou Marcelo Duarte.

Pedro Taques recordou que exigiu “linha dura” do titular da Sinfra, na qualidade. Tanto que apelidou de Marcelão o caminhão, que percorre as obras para aferir a grau de compromisso daqueles que prestam os serviços executados. “Se não tiver qualidade, eu não recebo a obra e não pago. E ainda mando [a empreiteira responder] para o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado”, afirmou o governador, no pátio da Sinfra, na tenda montada em frente ao Laboratório Renê Oliveira Neuenschwanber.

“Nós vivemos num país capitalista e não é vergonha ganhar dinheiro honestamente. Mato Grosso não é só um Estado de transformação do governador. É transformação da sociedade: podemos sentir essa mudança”, destacou ele.

Marcelo Duarte argumentou que o trecho restaurado da Rodovia Emanuel Pinheiro ganhou sinalização, asfalto com sete centímetros de espessura e nove metros de largura junto com a faixa de segurança. O trecho inaugurado faz parte das três fases de obras que contemplam a MT-251, com mais de R$ 46 milhões em investimentos do Pró Estradas Vale do Cuiabá.

“Esta é uma das obras mais importantes da Sinfra e mais esperadas pelos moradores da Capital e, num contexto ampliado, de toda a Baixada Cuiabana, que sofriam com a falta de manutenção da estrada em anos anteriores”, justificou Duarte. “Com a inauguração deste novo trecho, poderemos garantir ainda mais segurança aos usuários da rodovia”, emendou o titular da  Secretaria de Infraestrutura.

Pedro Taques irá verificar a qualidade da obra antes de recebe-la. “Quero garantir a qualidade para fazer valer cada centavo pago pela população”, frisou o  chefe do Executivo. Ele vistoriou  a duplicação da MT-251, entre o trevo do Atacadão e a Fundação Bradesco, totalizando 3,6 quilômetros, já em uma região que hoje é urbanizada e segue em ritmo acelerado.

O programa Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá agrega 66 obras em rodovias estaduais, com previsão de quatro anos de investimento superior a R$ 1 bilhão. Serão quatro obras de duplicação, 12 de construção (pavimentação), 11 de reconstrução do asfalto deteriorado e 39 obras especiais (que são pontes de concreto, viadutos e trincheiras).

Todas as ações serão realizadas pela Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), que planejou detalhadamente as obras que serão executadas pela atual administração, prevendo inclusive o que será gasto com cada uma delas.

Fonte: OlharDireto

Montreal