PCdoB de Rondonópolis define apoio à professora Maria Lúcia ao senado e...
Fullbanner1



PCdoB de Rondonópolis define apoio à professora Maria Lúcia ao senado e Dr. Edvaldo a deputado estadual

Fonte: Da assessoria
SHARE

Reunidos neste sábado, 28, a militância comunista de Rondonópolis avaliou a conjuntura municipal, estadual e nacional e apontou rumos para a eleição 2018 aos seus filiados e simpatizantes.

Os delegados presentes na Convenção Municipal debateram e deliberaram por não lançar nenhuma candidatura pelo município nessas eleições e concentrar esforços no apoio às candidaturas já colocadas em âmbito estadual.

Como prioridade foi definido o apoio à candidatura da professora Maria Lúcia ao Senado pelo PCdoB, em aliança com o senador Wellington Fagundes (PR) que será candidato a governador, e o apoio ao advogado trabalhista Dr. Edvaldo para deputado estadual, também pelo PCdoB.
Maria Lúcia é ex-reitora da UFMT, onde exerceu dois mandatos, ex-presidente da Andifes – Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – e atua por mais de 40 anos na educação pública.

Dr. Edvaldo é ex-líder estudantil, foi secretário municipal de Saúde em Barra do Garças e ex-juiz classista. Hoje, além de advogado trabalhista é secretário geral da Federação dos Trabalhadores Comerciários de Mato Grosso. É militante do PCdoB há mais de 40 anos.

No plano nacional, os comunistas definiram pelo apoio à candidatura da Manuela D’Ávila para presidente ou a construção de frente ampla que a direção nacional do PCdoB vier a concretizar. Também foi definido o apoio à candidatura do jovem comunista Vinicius Brasilino, estudante da UFMT, a deputado federal pelo PCdoB.

Além das candidaturas, segundo o vereador Sílvio Negri, os comunistas de Rondonópolis lutarão por programas progressistas em todas essas candidaturas. “Programas que consagrem a defesa da retomada do desenvolvimento, a garantia dos direitos dos trabalhadores e a revogação da Emenda Constitucional 95, imposta pelo governo Temer, que congelou por 20 anos os investimentos em educação, saúde e segurança pública”, detalhou o parlamentar.