Paz? WTorre retira câmera de camarote do Palmeiras na arena
Fullbanner1



Paz? WTorre retira câmera de camarote do Palmeiras na arena

Fonte: Felipe Zito
SHARE

Maurício Galiotte e seus principais aliados têm uma novidade na primeira partida do Palmeiras em casa em 2017. A câmera de segurança que havia sido instalada no camarote reservado aos dirigentes do Verdão foi retirada antes da partida contra a Ponte Preta, neste domingo.No ano passado, Paulo Nobre discutiu com um torcedor do Flamengo que acompanhava a partida contra o clube carioca em um local próximo ao espaço destinado aos palmeirenses. Na época, a atitude foi condenada pela WTorre, que ameaçou retirar o camarote da cúpula alviverde e instalou tal mecanismo de vigilância. A resposta da antiga administração foi ironizar a atitude e cobrir as câmeras.Galiotte também ganhou uma mensagem de boas-vindas, exibida em uma tela na parte interna do estádio. Depois de procurar melhorar a relação com as torcidas organizadas, o Palmeiras pode se reaproximar da WTorre, empresa responsável pela construção da arena e parceira do clube nas próximas três décadas. Pelo menos essa é a primeira sensação da construtura após reuniões entre funcionários para tratar sobre operação do estádio nesta temporada.

Para 2017, a construtora analisa o calendário de shows para tentar interferir o menos possível na agenda do Palmeiras. O show do cantor Ed Sheeran, por exemplo, foi alterado a pedido da WTorre do dia 26 para o dia 28 de maio, quatro dias depois do confronto do Verdão em casa válido pela última rodada do grupo 5 da Libertadores.Divergências na interpretação do contrato fizeram com que Palmeiras e WTorre entrassem na arbitragem por duas vezes. A primeira discussão favoreceu ao Verdão, na questão sobre a propriedade dos assentos da arena. O fato foi muito comemorado pelo ex-presidente Paulo Nobre. A segunda ainda está sendo analisada. Mesmo com a reaproximação e uma possibilidade de diálogo mais real, a relação comercial deve continuar sendo discutida na Justiça.