Pátio se explica sobre rua vendida
Fullbanner1

Fullbanner2


Pátio se explica sobre rua vendida

Fonte: Da Redação com informações OD
SHARE
Foto - ATribunaMT

Nos últimos dias, uma notícia envolvendo o prefeito Zé do Pátio (SD) com a Justiça, uma relação que nunca foi harmoniosa, voltou a tirar o sono do prefeito de Rondonópolis. Em uma ação proposta pela 2ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Rondonópolis, Pátio teria vendido irregularmente, em sua outra gestão, parte de uma rua a uma empresa. Nesta semana, o prefeito tratou de explicar-se sobre o fato à imprensa e indicou que fez tudo dentro da lei. “Um prefeito desapropriou uma área e a rua já não tinha finalidade nenhuma. Foi feita uma avaliação do imóvel, foi para a Câmara, a Câmara aprovou – isso não foi nessa gestão, foi na outra – e foi feita a venda, com parecer da Procuradoria. É logico, nós vamos aguardar para ser notificado e tomar as devidas providencias. Mas foi feito um ato, dentro da legalidade, com transparência”, defendeu Zé do Pátio, que teve, ao lado da empresa Carolina Mineradora e Transportadora Ltda – EPP, que adquiriu a área, o bloqueio de R$ 144 mil, valor do negócio na ocasião. Se condenado, além de devolver o valor, será enquadrado em improbidade administrativa. O irônico da situação é pensar que o atual prefeito de Rondonópolis é conhecido por ler detalhadamente cada linha dos contratos firmados pela Prefeitura, foi assim na outra gestão e é assim agora. Mesmo assim, volta e meia encontra problemas, já outros que passaram pela mesma cadeira, notadamente irresponsáveis no ato de despachar, parecem ter bem melhor sorte.

Montreal