Pátio recua e não vai pedir afastamento para campanha
Adventista



Pátio recua e não vai pedir afastamento para campanha

Fonte:
SHARE
Foto:WHEVERTON BARROS

O prefeito Zé Carlos do Pátio recuou da proposta de pedir licença para cuidar da campanha eleitoral dos candidatos do Solidariedade ao cargo de deputado estadual e federal e também ser um dos coordenadores da campanha do governador Pedro Taques (PSDB) que concorre à reeleição.

Pátio chegou ainda nas convenções a anunciar que deixaria a prefeitura por 45 dias durante a campanha e teria inclusive para que a secretária de Governo,  Mara Gleibe Fonseca, cuidasse dos tramites para que o pedido realmente fosse efetivado.

No entanto, o prefeito refletiu com o seu staff e concluiu que o momento é de dedicação ao cargo, sendo desnecessária a licença em razão do processo eleitoral.

O prefeito caso saísse abriria espaço para o vice, Ubaldo Tolentino de Barros (sem Partido) , que pela primeira vez assumiria o comando de Rondonópolis.

Ubaldo, no entanto, neste processo eleitoral tem diferenças com Pátio, a principal delas está no fato de que o prefeito defende a candidatura do governador Pedro Taques (PSDB) que concorre à reeleição e Ubaldo é defensor e um dos coordenadores da campanha do senador Wellington Fagundes (PR) ao governo.