Pátio acerta no vice e avança com condições de surpreender
Fullbanner1

Fullbanner2


Pátio acerta no vice e avança com condições de surpreender

Com o professor e empresário, Ubaldo Barros, ao seu lado, projeto de Pátio encorpou

Fonte:
SHARE
Foto - Da Assessoria

O deputado estadual Zé Carlos do Pátio (SDD) tem sido tratado, pela imprensa e por parte dos “analistas políticos” de Mato Grosso, como coadjuvante na campanha eleitoral 2016 em Rondonópolis, na busca pela Prefeitura. Mas a cada dia tem atraído pequenos avanços em seu projeto que podem lhe dar “musculatura” para surpreender em 2 outubro.

Talvez um dos maiores acertos até agora foi a escolha do professor Ubaldo Barros (PTB) como seu companheiro de chapa. Bem quisto, Barros tem boa entrada com a juventude, com quem se relaciona há anos, lecionando, além de ter acesso e o respeito necessário para dialogar com meio empresarial, a qual faz parte. Com esta abertura na classe média e alta, dois setores onde Pátio tem mais dificuldade de penetrar com seu modo de fazer política, o projeto criou uma nova cara.

Outro trunfo de Pátio é sua boa relação com o maior partido da cidade, o PMDB, que mesmo tendo fechado um projeto eleitoral ainda tem muitos militantes ativos no partido que são muito mais simpáticos ao nome de Zé do que ao candidato oficialmente apoiado pela sigla neste pleito. Quanto a rejeição que imputam ao nome de Zé, ainda não é possível afirmar exatamente se ela será tão decisiva assim, até porque não se sabe qual será o real teto dos outros adversários, a polarização agressiva que pode ser criada entre eles e sobretudo a anulação que muitos eleitores podem assumir em seus votos. Todas estas variantes, podem beneficiar Pátio que possui, reconhecidamente, apoiadores mais fieis ao seu nome.

Por último, não é exagero dizer que estamos falando de um dos últimos políticos que ainda causa paixão no seu eleitorado. Em resumo, ele tem menos dinheiro, menos tempo de TV, menos glamour, menos confiança dos analistas e várias barreiras a quebrar a mais que os outros dois. Mas não é um azarão como pintam, nem de longe. Zé Carlos do Pátio, que iniciou, de fato, muitas obras para seus sucessores capitalizarem politicamente, não é um qualquer. Merece respeito…

Montreal

16 COMENTÁRIOS

  1. Não quero ver a cidade que eu nasci tendo buracos tapados com terra pela Coder por falta de gestores competentes e honestos, gestão de Zé Carlos foi um fiasco, ele como administrador é um fiasco e como político perdeu a vergonha na cara, se aliou ao Pedro Taques, não ficou ao lado da classe trabalhadora(professores), se omitiu e se comportou como o covarde que sempre foi, nas eleições de 2014 saiu Abraçado com ninguem mais e ninguém menos do que o ex-deputado José Riva, candidato a governador na época, atualmente preso por fraudes, formação de quadrilha, improbidade administrativa e desvio de milhões em recursos públicos, o tal Riva ajudou na campanha do então candidato Patio com dinheiro, ou seja, entregar Rondonópolis na mão de um sujeito desse é pedir para que a cidade retroceda uns 20 anos.

    Tô fora desse tal de Zé!

    • PELO MENOS NÃO VENDEU OS TERRENOS PÚBLICOS NEM PERSEGUIU SERVIDORES,É VERDADE QUE DEIXOU BURACOS QUE MULTIPLICARAM NA GESTÃO DO PERCIVALETAS

    • é verdade Zé do Patio chegou aqui com o Sub-secretario de Educação Wander que foi preso e votou contra os professores do RGA, ganhou a eleição passada com dinheiro do Riva que deixou um rombo na Coder de 42 milhões, deu incentivo fiscal para o Big Master é que do Riva e colocou um monte de noiado na gestão da prefeitura e o Ubaldo tem concessão com o municipio e não pagou um real de imposto.

  2. As pessoas confunde pobreza com burrice. O pobre que vota no Zé do Pátio é aquele que levou alguma vantagem no governo bagunçado dele, como por exemplo os bairros invadidos na cidade, sob a liderança do ex secretário que também é sem terra, sem teto, etc. Agora pergunte a algum desses honrados trabalhadores que pagam em dia suas contas e nunca receberam favores de político algum pra vc ver em quem eles votam.

  3. O Zé é páreo duro e já é hora de Rondonópolis ter um prefeito que queira governar para o cidadão e não “saqueando” ou sacaneando o cidadão com taxas multas, rotativos pardais e o diabo! aumentos de impostos etc! Vejam o caso do IPTU subiram lá nas alturas quando a economia ia bem e os imoveis estavam valorizados e agora que estão desvalorizados pergunte se o IPTU baixou proporcionalmente!

  4. O ZÉ PODE SER UM OTIMO DEPUTADO ESTADUAL , MAS COMO PREFEITO JA NOS DEU MOSTRA DE QUE NAO É CAPAZ DE GOVERNAR UMA CIDADE COMO RONDONOPOLIS .

  5. ze de novo nao um dos piores gestores q nossa cidade ja teve melhor deixar o percival falem o q quiser mas ele ja fez e faz algo p cidade isso tem a vista p se ver!!!!

  6. O Zé do pátio , tem a ficha limpa , uma pessoa que é humilde de coração, sempre buscando o melhor p Rondonópolis, foi injustiçado e perseguido pelo um grupo político que não engoliu a derrota do pleito de 2008,o qual atrapalhou a sua administração !!

    • Desculpe! Mas o Dr. Alberto foi vítima de sua incapacidade para administrar – lembram-se do secretariado dele? Só tinha gente esperta. Tinha até um “super secretário” e um GERENTE, irmão de uma Meritíssima, que não servia para dirigir um carrinho de pipoca.. No entanto, a gota que fez transbordar o copo foi uma gravação de uma fala sobre a tal “semanada”. Alguém aí tem ideia de quem foi o “pai da criança”?

  7. Olha sinceramente, Rondonópolis só tem uma opção mais ou menos diferente e que pode surpreender e esse alguém é Rogerio Salles. ZCP fez a pior gestão da história de Roo, passou os três anos brigando com os políticos grandes, chorando e se passando por vítima, e a população quem pagou o “pátio”. Além de tudo enxerga a prefeitura como clube de amigos onde os amigos governam, não importa se sejam estupidos ou mal intencionados mesmo, mas só gentalha nas secretarias, qual o conto de Cinderela, nariz empinado, esquecendo-se que meia noite eles voltam a ser gentalha. Perciguiça passou três anos e meio fazendo meio expediente. Quando vice do Alberto não tinha credito nem pra financiar um carro 1.0, hoje maior agricultor do nordeste de MT. Carregado pelo Batman e o Superman, que já se revezaram em todas as secretarias importantes da Adm, parece que na cidade inteira só tem os dois fundadores da liga da justiça. Sai o secretário disso, nomeia o Batman no lugar, exonera o secretário daquilo, chama o Superman. Aumentou impostos até as nuvens, multas, perseguições a funcionários, irmão viciado perambulando pelos órgãos inconvenientemente, o Barba- Negra tem se destacado por sua maldade e insensibilidade, além de jogar o dinheiro do contribuinte pela janela plantando grama nas rotatórias que ele mesmo fez, e reformando praça para viciados iguais o irmão dele. Como o Juquinha não veio dessa vez, nem tampouco o Lhamber com a vassourinha, só nos restou o Rogério Salles!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

SHARE
Previous articleAlmir Sater faz show gratuito amanhã na 44ª Exposul
Next articleMato Grosso é exemplo que está dando certo, afirma Fávaro na abertura da Exposul