Paraguaia é presa suspeita de matar marido após desentendimentos no relacionamento
Adventista



Paraguaia é presa suspeita de matar marido após desentendimentos no relacionamento

Fonte: Assessoria.
SHARE
Ramona Aguero Pereira foi presa em Sinop e negou o crime — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Assessoria

Uma paraguaia foi presa suspeita de ter assassinado o marido dela em Sinop, a 503 km de Cuiabá. O crime ocorreu na residência do casal, no Bairro Boa Esperança, em Sinop. A prisão dela foi divulgada pela Polícia Civil nessa terça-feira (16).

Ramona Aguero Pereira, de 46 anos, foi identificada como autora do homicídio do companheiro dela, Vanderlei Ribeiro, de 53, ocorrido no dia 5 de janeiro. À polícia, ela negou ter cometido o assassinato.

De acordo com a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP),Vanderlei foi atingido por tiros na cabeça e no pescoço.

Durante os meses de investigação e levantamento de indícios para identificação da autoria do crime. Segundo as investigações, o casal se desentendia há algum tempo.

Além disso, tanto o marido quanto a mulher mantinham relacionamentos extraconjugais. Dias antes do crime, Vanderlei tentou agredir Ramona.

Ela teve o mandado de prisão representado pela Polícia Civil e foi expedido pela Justiça. Ramona foi presa na residência em que morava com a vítima, mesmo local em que praticou o crime. Mesmo com informações obtidas nas investigações, Ramona negou o crime.