PAC contribui para melhoria da qualidade de vida do várzea-grandense
Fullbanner1



PAC contribui para melhoria da qualidade de vida do várzea-grandense

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

Uma luta que durou décadas chegou ao fim para os moradores do bairro Ikaray. As ruas do bairro foram pavimentadas acabando com o sofrimento das pessoas com o pó, nos dias secos, crateras nas ruas, e a lama, no período de chuvas. O direito de ir e vir, sem sujar os pés, sem sujar os pneus dos veículos, sem sujar as roupas, agora é comemorado pelo casal Zenete Maria Batista, 54 anos e Benedito Osvaldo Pontes, 81 anos, após a pavimentação das ruas da região.

A pavimentação asfáltica facilitou a vida de milhares de moradores da Região do Grande Ikaray, que agora têm mais opção para ir ao trabalho, à escola ou acessar outros pontos da cidade, sem a obrigação de atravessar valas e grandes buracos.

Um exemplo é a Rua General José C. Neves, Quadra 65, do bairro Jardim Paula II, onde alguns moradores não conseguiam trafegar com seus veículos e, até o simples ir e vir, era muito difícil devido às condições da rua, pois havia uma cratera que dividia a rua em sua totalidade.

Hoje, Graças ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que está em fase de conclusão as obras da segunda etapa, cujos investimentos giram em torno R$ 41 milhões, com o emprego de 15 milhões de contrapartida da Prefeitura Municipal,  a realidade desta região se tornou uma referência de qualidade de vida e progresso. Esses Recursos estão sendo investidos na mobilidade urbana, água potável, esgoto, drenagem, meio fio, construção de moradias e regularização fundiária da região que se tornou tranquila e segura com mais expectativa de vida.

Nesta etapa os moradores já estão preparando para a construção das calçadas, contribuindo para melhorar ainda mais paisagem urbana do bairro. Nesta fase 95%  das obras já estão concluídas com o asfaltamento das ruas e Avenidas dos bairros Frutal de Minas, Jardim Paula II, Nova Era e Jardim Ikaray.

Emocionante o depoimento da moradora Zenete Maria Batista, que lutava há 10 anos para ter asfalto na rua de sua residência – “Sofremos muito aqui, buraco cortava a rua, formando uma cratera, o que era impossível trafegar de carro na rua, a passagem de pedestre também era comprometida. Nosso carro por inúmeras vezes caiu no buraco e tivemos que pedir ajuda aos amigos para removê-lo. Sempre buscamos ajuda na prefeitura e sempre fomos abandonados e esquecidos. Mas, hoje minha realidade mudou, com a atual gestão da prefeita Lucimar, tenho asfalto de qualidade na minha porta, com a drenagem de água. Isso representa melhor expectativa de vida, saúde, qualidade de vida e bem estar. Me emociono quando lembro do dia em que as máquinas começaram a entrar na minha rua e dia a dia o asfalto foi se tornando uma realidade próxima. Sou eternamente grata por essa benfeitoria que trouxe mais alegria e felicidade à minha família, além de uma boa valorização do meu imóvel.   Este asfalto é uma dádiva de Deus, não canso de agradecer a Deus e a Prefeita”, contou emocionada.

Benedito Osvaldo esposo de dona Zenete, morador do Paula II há 10 anos, lembra que quando chegou para morar no bairro, não existia nada, apenas muitos buracos e poeira na seca, e, quando chovia, era um barro só, não dava para andar. Benedito recorda muito e a luta que a família passou durante todos esses anos, porém agora a realidade e outra e o sonho tão almejado foi concretizado com o pacote de obras do PAC.

No projeto de execução do PAC integra rede de drenagem de águas pluviais, asfaltos, meio fio, sarjetas, regularização fundiária e construção de 36 moradias para alocação de famílias que moravam em área de risco. Estas obras estão em execução no período 1 ano e meio.

A prefeita Lucimar sacre de Campos disse que o ano de 2017 foi o ano do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Várzea Grande. Mesmo lançado há dois anos – em novembro de 2015 – foi neste ano que o maior programa de investimentos públicos no Município passou a ser realidade, interferindo positivamente na qualidade de vida de milhares de várzea-grandenses levando obras estruturantes.

“Quando lançamos o PAC, foram dois anos de enfrentamento de papeis e vencendo a burocracia, licitações, levantamento e execução de projetos. Cumprindo a etapa dos papeis, passamos de fato no ano de 2017 sua execução levando o asfalto novo, água e rede de esgoto. E o PAC não para, emenda obra sobre obra e amplia os benefícios levando mais que asfalto e esgotamento sanitário. Neste ano os projetos estão contemplando redes de distribuição de água, estações de tratamento e novos quilômetros de novo asfalto. Transformando a cidade e dando mais qualidade de vida aos várzea-grandenses”, pontuou.

Segundo o coordenador do PAC, Manoel Tereza Pereira dos Santos, O PAC está aplicando nas 1ª, 2ª  e 3ª etapas em Várzea Grande valor global R$ 209 milhões que contemplará bairros com a coleta e tratamento de esgoto, além da ampliação do sistema de abastecimento de água potável que será mais qualitativa no seu destino final. A terceira etapa compreende obras do PAC Saneamento Básico, cujas obras iniciaram no bairro Santa Maria, onde está sendo construída uma  Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que se estenderá para mais 49 bairros da cidade.

“A primeira etapa do PAC contemplou seis bairros da região do Grande Parque do Lago que foram contemplados com asfalto, rede de esgoto e água, sendo eles: Alto do Boa Vista, Dom Diego, Jardim Ipanema, Jardim das Oliveiras, Parque São João e Loteamento Beira Rio. Estamos trabalhando para atingir a meta de 100% da população coberta com água potável com quantidade e qualidade, e de 75% esgoto sanitário até a conclusão final das obras do PAC, que devem avançar para até 2020. As obras significam para a nossa população mais saúde e qualidade de vida”.