Operação Vagalume fiscaliza circulação de veículos pesados dentro da cidade
Adventista

Fullbanner1


Operação Vagalume fiscaliza circulação de veículos pesados dentro da cidade

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

Alvos da Operação Vagalume realizada ontem (30), entre as 18h e as 22h, pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), carretas e veículos pesados que trafegaram nas avenidas Bandeirantes, Frei Servácio e Otaviano Muniz foram inspecionadas pelos agentes de trânsito da Pasta.

“Normalmente, já fazemos um trabalho de rotina. Nessa noite particularmente, realizamos o serviço em horário especial para fiscalizar a área de restrição máxima onde é proibida a circulação de carretas e veículos pesados sem autorização formal”, assinala o gerente do Departamento de Trânsito da Setrat, José Severino da Silva Neto, o Nino.

Ele relata que foram autuadas e reconduzidas ao Anel Viário – que é a rota compatível com a sobrecarga que transportam – cerca de 15 carretas por tráfego em perímetro não permitido e explica que a ação se fundamenta no artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Nino esclarece também que a prática é considerada infração média, sujeita a multa de R$130 e registro de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Esses veículos devem andar pelo Anel Viário. O percurso em perímetro urbano só é permitido para carga e descarga daqueles que precisam fazer entrega de mercadoria e apresentam nota fiscal como, por exemplo, carretas com produtos de supermercados. Portanto, os que estão somente em trânsito, não podem passar por dentro da cidade”, salienta Nino, e enumera os danos pela desobediência a esta norma: “A infração gera prejuízo em todos os sentidos. Desde rotatórias quebradas a canteiros estragados, sem falar no afundamento da pista, que não foi feita para suportar tamanho peso e, assim, não tem resistência suportá-lo. Afinal, cada via tem um tipo de compactação realizado com especificações técnicas adequadas a sua finalidade”.