OLHO EM 2018: Roberto Dorner quer Câmara Federal e já corre estado
Supermoveis

Fullbanner2


OLHO EM 2018: Roberto Dorner quer Câmara Federal e já corre estado

Fonte: Da Redação
SHARE

Dono de mais de 20 mil votos na disputa da Prefeitura de Sinop-MT, em 2016, que acabou ficando nas mãos de Rosana Martinelli (PR), o empresário Roberto Dorner, que é dono da TV Rondon – afiliado do SBT em Mato Grosso – deve vir à disputa a um dos oito cargos de deputado federal, em 2018. Filiado atualmente ao PSD, Dorner já está costurando seu nome pelo interior do estado, com lideranças eleitas e não eleitas, e teria a simpatia ao seu projeto pessoal da parte de grandes nomes da política estadual, como o próprio governador, Pedro Taques (PSDB).

Dorner já foi deputado federal, em 2011, quando era primeiro suplente e assumiu o cargo quando o titular da cadeira, Pedro Henry (PP), decidiu assumir a Secretaria Estadual de Saúde. Na sua cidade e base eleitoral, tem como principal provável adversário o atual deputado federal mais votado no último pleito, Nilson Leitão (PSDB). O empresário, porém, pode até fazer uma “dobradinha” com Leitão, já que o segundo articula uma vaga para disputar o Senado no mesmo grupo que o PSD de Dorner deve estar. Neste caso, a ida de Leitão para a majoritária significa uma boa notícia ao social-democrata.

O possível arco de aliança serviria por aproximar as duas lideranças, já que localmente Dorner é muito mais próximo do PMDB, do ex-prefeito Juarez Costa, que sempre foi um adversário do grupo tucano liderado por Leitão. No entanto, a fortificação tanto de Dorner, bem como a de Leitão, possivelmente unidos, seria uma estratégia da política regional do norte do estado com o objetivo claro de igualar representatividade e fazer frente a outras composições e projetos vindos do sul.

Enquanto que Rondonópolis, por exemplo, tem atualmente os três senadores do estado, Sinop e importantes cidades próximas, como Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, possuem apenas Leitão como seu representante regional, ao passo que somam, só elas, mais de 310 mil moradores. Juntando-se aos pequenos núcleos eleitorais das cidades menores do entorno, o potencial eleitoral da região consegue dar margem para o sucesso de dois ou até três projetos à Câmara Federal, ou mesmo uma boa frente para encorpar uma disputa majoritária, como a do Senado Federal.

A união das forças políticas e o fim de entreveros locais, no entanto, se fazem necessários, já que a divisão só faz atrapalhar as chances de vitória de ambos os lados. A própria prefeita de Sinop, mesmo adversária de Dorner no último pleito, já fez avaliação positiva sobre a importância da união da política local e disse que vê com bons olhos a candidatura do empresário.

Montreal