Obras do PAC 1 e 2 estão sendo retomadas pela Prefeitura de...
Adventista

Fullbanner1


Obras do PAC 1 e 2 estão sendo retomadas pela Prefeitura de Rondonópolis

Fonte: Ana Flávia Dorsa
SHARE
Foto: Assessoria

A Prefeitura de Rondonópolis, através da equipe do Sanear concentrou esforços para garantir a retomada de diversas obras de saneamento do PAC I e II – Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em diversos pontos da cidade. Parte desses investimentos em infraestrutura estavam parados há mais de anos e começam novamente a trazer benefícios e qualidade de vida para a população.

SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO

No que diz respeito à tratamento de esgoto há duas obras em andamento. Uma do PAC 2 (4ª seleção – contrato 424.424-81) de R$14,6 milhões que prevê a coleta e o transporte da bacia de esgotamento sanitário. Nesta benfeitoria serão contempladas mais de 14 mil pessoas dos bairros da região da Sagrada Família, Parque São Jorge, Colina Verde e Jardim Santa Clara.

Também do PAC 2, contrato 0350.892-85 as obras começaram a ter andamento segundo informações do Sanear. Na etapa 1 as obras ainda estão sendo articuladas, já na etapa 2, a empresa anterior desistiu da obra e no momento, a Prefeitura aguarda a reprogramação da Caixa Econômica Federal para nova licitação e contratação da empresa executora.

O objetivo desse projeto é a implantação do Sistema condominial de esgotamento sanitário em diversos bairros do município de Rondonópolis que não foram atendidos no PAC I. Para isso, também inclui a construção de estruturas de transporte para conectar redes que serão implantadas, como estação elevatórias de esgoto, linhas de recalques e coletores troncos.

Este projeto conforme cronograma, será executado em duas metas, sendo que a primeira atenderá o bairro Vila Rica e região, Carlos Bezerra II e região, Três Poderes, Jardim das Flores, Loteamento Farias, Vila Florisbela, Vila Santa Luiza, Vila Esperança e parte da Vila São José, Santa Cruz, Nossa Senhora das Glórias, Residencial Valdir Cardoso, Residencial Querobim Marcheti, Santo Antônio, Residencial Padre Miguel e Cidade de Deus. Já a meta dois contemplará Vila Cardoso, São Sebastião I, Jardim Iguaçu, Jardim Atlântico e Jardim Europa. No total serão mais de 71 mil pessoas alcançadas.

SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Quanto a ampliação do sistema de abastecimento de água, contrato 0224.957/92 firmado junto à Caixa Econômica Federal no valor de R$24,6 milhões do PAC 1, o objetivo do Sanear é colocar Rondonópolis no patamar de excelência em saneamento. Para isso previu-se a modernização destes sistemas com atendimento pleno, ou seja, com 100% das ligações, projeto para 30 anos de crescimento populacional.

Dentre os serviços, a autarquia explica que estavam previstos implantação de adutoras, ampliação de redes, Redes de setor gravidade (ETA), trabalho técnico social, captação e duplicações de estação elevatória.

Neste contrato que estava paralisado desde 2014, existia um saldo de aproximadamente R$7 milhões, dentre estes, R$2,3 milhões foram novamente licitados e as obras retomadas em janeiro de 2017. Quanto ao saldo de R$4,7 milhões, está sendo pleiteado novos projetos junto ao Ministério das Cidades.

No PAC 2, o contrato 0350.807-48 no valor de R$47,2 milhões, a primeira etapa do projeto estava ociosa e foram reiniciadas em março deste ano e abrangem o setor do Verde Teto com adutoras e redes, setor Aeroporto, UFMT e Cidade Alta apenas com redes e obra do desarenador na Captação de Água, que propiciará captar água sem intermitências e com menores custos financeiros e maior eficiência operacional no tratamento

Nestas regiões conforme contrato estavam projetados oito reservatórios metálicos. Os mesmos não foram executados porque a empresa abandonou a obra e seu contrato foi cancelado. Estes reservatórios estão em fase de licitação.

Na etapa 2 as obras também estão em fase de licitação para oferecer estação elevada de água tratada no Monte Líbano, Alfredo de castro entre outras realizações técnicas no Globo Recreio e Aeroporto beneficiando mais de oito mil moradores.

Foto
Foto