OAB Sinop fomenta discussão sobre violência contra o idoso
Supermoveis

Fullbanner2

Triburbana

OAB Sinop fomenta discussão sobre violência contra o idoso

Fonte: Oab - MT
SHARE

    Sinop lidera o ranking estadual de casos de violência contra os idosos. O município precisa implantar políticas públicas que, além de atender às vítimas, visem a proporcionar, informar e orientar a sociedade. O alerta parte da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção de Sinop e do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT).  

    “A luta pelos direitos dos idosos deve ser constante e almejada por toda sociedade. Faltam informações mais claras e acessíveis, já que, muitas vezes fragilizadas pela idade, as pessoas deixam de buscar ajuda. A Ordem busca simplificar as leis e facilitar a assimilação”, ponderou o secretário adjunto da OAB Sinop, Henei Casagrande.

    De acordo com dados da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), em 2016 foram registradas 230 denúncias em Mato Grosso, das quais 18,1% ocorreram em Sinop.

    “A redução não é tarefa fácil e não será feita do dia para a noite. A educação é uma das formas de prevenção. Obviamente ainda há a repressão e o MP, nas suas vertentes criminais, tem o dever de buscá-la nos casos em que couber”, afirmou o titular da 3ª Promotoria de Justiça Cível de Sinop, o promotor Pompílio Paulo Azevedo Silva Neto.

    O tema foi objeto de discussão na última semana e mobilizou representantes do Ministério Público, da OAB, prefeitura de Sinop, entidades de atendimento ao público idoso e comunidade em geral a participar de uma tarde de debates na sede da Promotoria de Justiça.

    “Sinop está com números muito ruins. Precisamos colocar para fora, mostrar que esta situação existe, alertando as pessoas, chamando a atenção da sociedade para o problema. Temos que avançar muito. Qualquer iniciativa como essa, voltada para a educação, deve ser aplaudida de pé”, apontou Pompílio.

    Emocionado, o representante dos idosos, o aposentando Orlando Darold, reforçou que as famílias e a comunidade precisam estar atentas a possíveis abusos sofridos pelos mais velhos. “Eu sei que é difícil falar algo ruim de um filho, um neto ou alguém que conhecemos e amamos, até mesmo porque nos sentimos muito impotentes com uma situação como essa, mas é preciso ser forte e lutar pelos nossos direitos”, destacou.

    A secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Josi Palmasola, explicou que a discussão realizada na última sexta-feira (23) marcou o fechamento de um mês de atividades voltadas ao público idoso. “Agora, fechamos com estes esclarecimentos e conversa com os representantes da OAB e do Ministério Público”, ressaltou.

    Novas ações direcionadas aos idosos estão previstas em Sinop ainda neste ano.
(Com Conexão Assessoria)

Assessoria de Imprensa OABMT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0928/0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso

Montreal