OAB-MT interpela judicialmente jornalista que acusou advogados
Supermoveis



OAB-MT interpela judicialmente jornalista que acusou advogados

Fonte: Oab - MT
SHARE

    A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) propôs nesta quarta-feira (25) interpelação judicial em face do jornalista Augusto Nunes. O pedido protocolado na 5ª Vara Cível de Cuiabá é para que o âncora explique as acusações realizadas contra advogados no programa O Livre, exibido pela TV Band MT.

    De forma contundente, o jornalista atribuiu aos profissionais da advocacia a responsabilidade por levar armas e celulares às unidades prisionais.

    A medida judicial é para que Augusto Nunes explique as acusações e contribua com informações que possam identificar os profissionais que, porventura, cometam esse tipo de irregularidade em Mato Grosso para que o Poder Judiciário, bem como, a OAB-MT adotem as providências cabíveis.

    Conforme previsto na Lei 8.906/94, é finalidade da Ordem promover, com exclusividade, a representação, a defesa, a seleção e a disciplina dos advogados.

    A afirmação feita pelo jornalista de forma generalizada atinge toda a classe dos advogados. Portanto, se o mesmo tiver conhecimento dos fatos criminosos, deve nominar os profissionais da advocacia que estariam incorrendo na referida prática.

    Assim, para que possa instaurar o devido processo ético-disciplinar em desfavor dos advogados que tenham praticado as ações declaradas por Augusto Nunes, a OAB-MT pediu a interpelação do jornalista a fim de que ele nomine quais advogados supostamente facilitam a entrada de armas e celulares nos presídios de Mato Grosso.

Assessoria de Imprensa OAB-MT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0928/0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso