NMT TV SOLIDÁRIO #3: Santa Casa de Misericórdia
Adventista

Fullbanner1


NMT TV SOLIDÁRIO #3: Santa Casa de Misericórdia

Fonte: Da Redação
SHARE

Praticamente toda criança que nasce na região sul de Mato Grosso, onde localizam-se 19 municípios, tem destino certo para vir ao mundo: a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis. Ao todo, a Instituição é responsável por média de 500 partos a cada 30 dias e há 46 anos é detentora de uma história de muita luta para se manter de portas abertas para atender um público que, em 70% dos casos, é proveniente do Sistema Único de Saúde – SUS.

Apesar dos números expressivos e credenciais que a colocam como uma das principais unidades especializada em maternidade em todo Centro-Oeste, desde agosto de 2012 a Santa Casa ampliou-se e ganhou novas alas, dentro de um anexo todo transformado em Hospital do Câncer. Hoje, são feitas na localizada, além de cirurgias cardíacas, diversos procedimentos cirúrgicos para atendimento do público oncológico.

No decorrer de todo seu tempo de existência, o que representa quase meio século, a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis passou por diversos momentos de muita dificuldade orçamentária. Nos dias difíceis, sempre foi socorrida pela população em geral, com destaque para a sociedade civil organizada, por meio dos clubes de serviços e outras frentes, que na promoção de eventos e outras arrecadações possibilitaram não só o mantimento dos serviços, bem como até a expansão dos mesmos.

A organização do Festival Gastronômico Braseiro, realizado em sua segunda edição, em Rondonópolis, no início deste mês de outubro, atendeu pedido de diversas instituições de apoio na cidade, revertendo parte da renda arrecadada com o evento, e decidiu destinar uma fatia deste montante para o fortalecimento do trabalho de filantropia da Santa Casa. O benefício possibilitará uma reforma e expansão da cozinha da unidade.

O espaço que atende não só centenas de pacientes, mas também por volta de 850 funcionários, dará aos profissionais da nutrição mais condições de participar ativamente do restabelecimento de enfermos, tornando a unidade ainda mais referência no que tange a qualidade dos serviços oferecidos. “Alimento é “remédio”, por meio dele que o restabelecimento será possível. Foi uma honra participar do Festival Braseiro. Assim que ficamos sabendo, encaminhamos nossa proposta e tivemos a feliz notícia de sermos agraciados com nosso projeto de ampliação da cozinha (…) Com isso, vamos melhorar nossa qualidade de produção de alimentos e é óbvio que isso vai permitir um avanço na qualidade do nosso atendimento. Fica nosso muito obrigado”, externou Éder Lúcio de Souza, o superintendente executivo da Santa Casa.