Namorado gravou jovem “agonizando” antes de morrer em MT
Supermoveis



Namorado gravou jovem “agonizando” antes de morrer em MT

Fonte: Da redação
SHARE
Foto: Divulgação.

Um vídeo publicado nas redes sociais de Maycon Junior da Silva Dantas, 30 anos, mostra a jovem Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, 21 anos, momentos antes de ser morta, no dia 31 de janeiro, no bairro 3 Barras, em Cuiabá. As imagens deixaram familiares e amigos da garota chocados.

Conforme informações da Polícia Civil, as imagens serão analisadas pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), sob o comando da delegada Alana Cardoso. Ela também solicitou exames toxicológico e alcoolemia na vítima.

Vanessa foi encontrada morta na casa do namorado, com quem morava há cerca de um mês. No local, equipe de plantão da DHPP, coordenada pela delegada Alana Cardoso, encontrou a jovem na cama do quarto do casal.

O corpo apresentava lesões no rosto, um corte de faca no supercílio e outro corte superficial no queixo. A vítima estava com a blusa levantada, seios amostra e só de calcinha.

Maycon Junior é o principal suspeito e encontra-se foragido. Ele já teve mandado de prisão expedido pela 2ª Vara de Violência Doméstica de Cuiabá.

Ontem, todos foram surpreendidos com as imagens da jovem já agonizando. O vídeo deixou familiares e amigos “chocados” e a polícia acredita que a publicação é uma tentativa de “desviar” o foco da investigação.

No vídeo, a vítima aparece com sangue na boca, por conta e ferimentos no queixo e no supercilio. Durante quase 7 minutos de vídeo, a jovem gesticula palavras desconexas e permanece sempre com os olhos fechados.

“Vanessa? o que está acontecendo com você…Porque vocês está mordendo sua gengiva? Porque você esta machucada?”, pergunta o namorado que esta gravando o vídeo.

Em uma parte do vídeo, a jovem parece responder ao namorado, o mandando “calar a boca”. No segundo momento, Maycom questiona se ela teria sido espancada e a jovem parece responder, mas em seguida retorna a proferir palavras sem sentido, algumas de orações.

“Que isso!? você ta pagando de demônio?”, diz o suspeito.

Em seguida, a jovem, ainda aparentemente inconsciente, com os olhos fechados responde “cala boca”. A Polícia Civil continua investigando o caso.

As informações são do site Folhamax