Município apoia movimento que busca recomposição do orçamento da assistência social
Adventista



Município apoia movimento que busca recomposição do orçamento da assistência social

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

Desde 2015, quando começaram os cortes no orçamento da União no setor da Assistência Social, Rondonópolis tem estado junto de outros municípios e do Estado discutindo ações e projetos em busca da recomposição e garantia de recursos para a assistência social. Nesta quarta-feira (17), um grupo formado por lideranças do setor nos municípios e Estados brasileiros vão participar do Ato em Defesa do Orçamento do Sistema único da Assistência Social (Suas) 2019.

A convocação foi feita pelo Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) para trabalhar pela recomposição do orçamento federal para o ano que vem e a preservação da continuidade do cofinanciamento federal para a oferta dos serviços, benefícios, programas e projetos socioassistenciais.

Com a eminencia de redução do orçamento, os municípios estão organizados e constantemente lutando pela garantia dos recursos. A secretária de Promoção e assistência Social do município, Márcia Rotilli é também presidente do colegiado estadual de gestores municipais do setor. “Temos que ter força para reconstruir esse orçamento, congelado há vários anos. O reflexo da queda do orçamento da assistência social vai ser as pessoas pedirem nas portas, não podemos voltar ao tempo da mendicância”, ressaltou.

Os gestores acreditam que a política tem que garantir o direito de sobrevivência, de renda, precisa se manter como política pública que assiste as pessoas menos favorecidas.