Mulheres do MT são maioria nos cursos da EaD SENAR
Supermoveis

show


Mulheres do MT são maioria nos cursos da EaD SENAR

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

As mulheres são o principal público de Mato Grosso interessado nos treinamentos ofertados na modalidade de Ensino a Distância (EAD) pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). Nos últimos seis anos, elas representaram 54% das mais de 11,4 mil pessoas do estado que concluíram algum dos cursos realizados pelo site da instituição.

De 2011 a 2016, o total de inscritos de Mato Grosso nos cursos EAD do SENAR foi de 23.243. A metade dos interessados concluiu os treinamentos, que vão desde inclusão digital à agricultura de precisão, com destaque para as áreas de empreendedorismo e gestão de negócios e sustentabilidade no campo de acordo com dados do SENAR Central.

Com um portfólio que compreendeu programas com cursos gratuitos ofertados em 2.751 turmas no período, os cursos a distância do SENAR tiveram a preferência do público jovem de Mato Grosso, já que o maior percentual dos concluintes (37%) tinha de 18 a 25 anos e o segundo maior, de 26 a 35 anos (33%), entre 2011 e 2016.

Pessoas com suas carreiras já definidas também são as mais atraídas para realizar algum curso EAD pelo SENAR no Estado. Aqueles com nível superior completo representaram 51,5% de todos que concluíram algum treinamento nos últimos seis anos, seguidas dos interessados com nível médio (23,9%).

Esse perfil é exatamente o da pedagoga Juliana Silva, de 28 anos, que já realizou cinco cursos de EAD pelo portal do SENAR. Moradora de Várzea Grande, a aluna identificou na modalidade uma forma de se manter atualizada, sobretudo quanto aos cursos voltados para a inclusão digital, e também de se inserir no universo das atividades agropecuárias, tendo em vista que trabalha em uma empresa relacionada ao setor.

“Quando comecei a trabalhar na empresa, senti a necessidade de conhecer, de me ambientar no meio rural. A forma mais fácil de fazer isso foi por meio de um curso de ensino a distância do SENAR, já que conseguia acompanhar fora do horário de trabalho”, comentou. Juliana Silva se referiu ao curso “Negócio Certo Rural”, com o qual conheceu as estruturas de uma fazenda e como a administração pode contribuir para o sucesso do empreendimento. “Foi um curso de 40 horas, mas bem lúdico, com vídeos, não só texto, o que tornou o conteúdo mais dinâmico”, completou.

A pedagoga também se insere no perfil relacionado à atividade profissional daqueles que optaram pelo EAD do SENAR entre 2011 e 2016 em Mato Grosso. Embora a maioria (18%) fosse estudante em área relacionada ao setor rural, no segundo lugar do ranking estavam aqueles que trabalham em empresa ou entidade do meio rural (12%).

“Eu utilizo as informações que adquiri nos cursos o tempo todo no trabalho. Além disso, estou sempre de olho nas atualizações. São cursos rápidos, práticos e você já consegue imprimir o seu certificado assim que conclui”, destacou Juliana Silva, lembrando que formações na modalidade a distância também agregam valor ao currículo no momento em que são pleiteados progressão de carreira em determinadas áreas profissionais.

Atualmente, o o portal de EAD do SENAR oferece 49 cursos divididos em vários programas. Para 2017, as sete primeiras ofertas já estão disponíveis no site da entidade, todas voltadas para a área de inclusão digital. Basta acessar o seguinte endereço digital: http://ead.senar.org.br/cursos/inclusao-digital/

Assessoria de Comunicação do SENAR-MT
www.senarmt.org.br