MT quer fortalecer rede de inteligência policial para prevenção à criminalidade
Fullbanner1

Gov

Macropel

MT quer fortalecer rede de inteligência policial para prevenção à criminalidade

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Representantes dos setores de Inteligência do Estado se reuniram para discutir o fortalecimento da atividade em Mato Grosso, visando criar uma rede de Inteligência, agregando informações não só do sistema de segurança, mas do Tribunal de Justiça, Secretaria de Fazenda, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg).

Na reunião, realizada na quarta-feira (25.01), foram tratados temas importantes, como o Plano Estadual de Segurança Pública, Plano Estadual de Inteligência, sistema penitenciário em Mato Grosso e o planejamento da segurança para atuação no garimpo da Serra da Borda, em Pontes e Lacerda.

O Plano Estadual de Segurança Pública, prevê o reconhecimento do Sistema de Inteligência como instrumento qualificado para apoiar os serviços da Segurança Pública. Outro ponto que também será foco do Plano dentro da Inteligência, é o fornecimento de subsídio de informação para a tomada de decisões no campo da Segurança Pública, mediante a obtenção, análise e disseminação de informação qualificada e salvaguarda da informação contra acessos não autorizados.

Também está previsto dentro do Plano Estadual de Segurança Pública a interiorização da Inteligência, além de criar, modernizar, treinar e integrar os sistemas, ferramentas e bancos de dados necessários e adequados ao desempenho da atividade de inteligência em Mato Grosso.

Outro quesito é a articulação da Inteligência do Estado com as Forças Armadas, ABIN, PRF, SENASP, DEPEN, Polícia Federal, Receita Federal, Ministério Público, Agências de Inteligência de outros Estados e Ministério da Fazenda/COAF.

Com base nesse plano, a Sesp irá criar o Plano Estadual de Inteligência. Uma das principais frentes de trabalho será a expansão da Inteligência no Estado e a integração do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) com as agências de inteligência de outros órgãos, além dos avanços no fluxo informativo, na qualidade da informação e na produção do conhecimento.  

Durante a reunião também aconteceu a troca de informações entre o sistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e a Inteligência da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), com foco no atual cenário do sistema penitenciário de Mato Grosso.

“Isso é muito importante para que possamos tomar as medidas necessárias de segurança pública”, disse o secretário adjunto de Inteligência, Gustavo Garcia.

Ainda na reunião foram discutidos alguns temas importantes, com foco nas ações de enfrentamento a criminalidade. “Criamos protocolos de monitoramento de temas que são relevantes para a tomada de decisão do secretário de Segurança Pública e os comandantes das forças, além de ser uma oportunidade para fortalecermos nossos laços de integração”, avaliou o secretário.

Dentro dos próximos 30 dias, a Secretaria de Segurança Pública deverá lançar o plano Estadual de Inteligência, que estará alinhado ao Plano Estadual de Segurança Pública.