MPE de Mato Grosso é o primeiro no país a adquirir “container...
VendaMais

MPE de Mato Grosso é o primeiro no país a adquirir “container Data Center”

SHARE
Foto:Assessoria.

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso inaugurou nesta sexta-feira (12.08), o “Data Center Modular Seguro”, um ambiente projetado para abrigar sistemas de armazenamento de dados na área da Tecnologia da Informação. A implantação do Data Center vem atender a necessidade de melhoria na qualidade dos serviços e foi projetado para suprir a demanda crescente da instituição por mais uma década.

O Procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, salientou que o sistema anterior já não comportava a demanda do Ministério Público que atualmente possui 1200 usuários de serviços que vão desde o acesso a e-mails, servidores de arquivos internos a outra gama de produtos ofertados na rede mundial de computadores. “O MP de Mato Grosso consegue neste momento o alinhamento estratégico entre a Tecnologia da Informação e a sua atuação, já que passa a contar com um Data Center moderno e confiável para manter e fornecer os seus Serviços de TI”, destacou Prado.

A estrutura que se assemelha a um container foi desenvolvida pelas empresas Gemelo do Brasil e a FDB Engenharia em Mococa, no Estado de São Paulo. O equipamento contempla toda infraestrutura de rede, segurança física, combate e prevenção contra incêndios e refrigeração. O objetivo principal de um Data Center é garantir a disponibilidade de equipamentos que rodam sistemas sem risco de interrupção.

O chefe do Departamento de Tecnologia da Informação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Fabrício Rodrigo Taetti Konzen foi o responsável pela elaboração do projeto. Ele explicou que a parceria resultou na construção de uma solução de alta disponibilidade. Foram instalados dois transformadores na cabine de força, lançados dois caminhos elétricos independentes e instalados dois grupos geradores para fornecer energia ao Data Center. Além disso, a solução ainda possui internamente dois nobreaks e dois sistemas de refrigeração de alta precisão independentes, mantendo os serviços no ar em caso de falhas. “Esse investimento surgiu pela demanda que a sociedade tem hoje do Ministério Público. A TI tem que caminhar alinhada estrategicamente com a instituição, prevendo a necessidade de ter disponível as informações, por isso visamos um projeto da construção de um ambiente seguro. Depois de oito meses de trabalho estamos conseguindo inaugurar esse projeto”, pontuou Fabrício.

O Data Center Modular Seguro inaugurado no Ministério Público de Mato Grosso atende todas as normas nacionais e internacionais que regulamentam ambientes de ‘Data Center’. O container que concentra os sistemas mede 12 metros e pesa 20 toneladas, fabricado em aço carbono.  A solução ainda possui uma manta de cerâmica interna e é capaz de operar e suportar os mais adversos ambientes (sol, chuva, calor, maresia). Foram necessários dois guindastes para colocar a estrutura na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em Cuiabá. O acesso ao local é totalmente restrito.

O equipamento foi projetado para que todos os serviços de ‘Tecnologia da Informação’ estejam sempre disponíveis na Capital e no Interior, garantindo desta forma, a disponibilidade dos sistemas e informações produzidas pelo MP e destinadas ao acesso da sociedade mato-grossense.

Fonte:FolhaMax.

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO