Morre Rose Sachetti, ex-primeira dama de Rondonópolis
Supermoveis



Morre Rose Sachetti, ex-primeira dama de Rondonópolis

Fonte: Da Redação
SHARE

Faleceu aos 60 anos na noite desta segunda-feira (24), em São Paulo, Rose Sachetti, esposa do deputado federal e ex-prefeito de Rondonópolis, Adílton Sachetti. Conforme noticiou o NMT, Rose foi colocada em coma induzido pelos médicos, após piora apresentada por seu organismo. Ela lutava contra a leucemia e chegou a realizar um transplante de medula óssea há cerca de um ano.

Diagnosticada inicialmente em julho de 2015, Rose conseguiu um doador em março do ano passado e realizou um procedimento de transplante de medula. Pouco depois, no mesmo ano, Rose apresentou retorno da doença e foi submetida a um novo transplante, desta vez de linfócitos, que são um tipo de célula de defesa do organismo, também conhecidos como glóbulos brancos. No fim do mês passado, os problemas com a doença retornaram.

Em 2012, Rose já havia se curado de um câncer de mama. Na época, ela acabou contrariando as expectativas médicas que lhe davam poucas chances de vida. Nos últimos anos, tem sido ativista de causas sociais em combate à doença, como a campanha para doação de medula óssea que encabeçou no estado, onde tornou-se um símbolo estadual dessa luta.

Corpo vem a Rondonópolis e vai a cremação 

O corpo da ex-primeira dama de Rondonópolis, deve chegar em Rondonópolis na manhã desta terça-feira (25), onde provavelmente deve ser velado na sede do Lions Clube, na Vila Aurora, clube de serviço em que Rose atuou por anos ao lado do marido. Após o velório, o corpo retorna a capital de São Pauio para ser cremado, atendendo um pedido de Rose.

 Família

rose-sachettiRose tinha três filhos: Eduardo, Adriane e Ástrid, além de quatro netos. O senador Blairo Maggi, um amigo quase familiar, ressaltou em comunicado a mulher guerreira e corajosa que Rose foi em frente a sua doença, sempre contando com a presença de Adílton ao seu lado. Blairo ainda ressalta que o corpo deve permanecer em velório em Rondonópolis até próximo as 17 horas, para só depois retornar a São Paulo.