Mobilização na Praça Ipiranga alerta para o combate ao trabalho infantil
Fullbanner1

Fullbanner2

Triburbana

Mobilização na Praça Ipiranga alerta para o combate ao trabalho infantil

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT)  participou das atividades alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado no dia 12 de junho. O evento foi realizado na Praça Ipiranga, na manhã desta quarta-feira (14.06). A Setas foi parceira na ação realizada pela Prefeitura Municipal de Cuiabá.

Durante a mobilização, servidores públicos distribuíram panfletos e ofereceram serviços de verificação da pressão arterial e teste de glicemia à população, que circulava pelo local. O Grupo de Teatro Cena Onze também realizou intervenções teatrais no local, simulando trabalho infantil nas proximidades. O objetivo era mostrar que essa situação pode passar despercebida diante da rotina diária.

Presente no evento, o titular da Setas, Max Russi, destacou que a sociedade precisa estar atenda as violações contra os menores, principalmente devido à crise econômica. “Nesse momento de crise muitas vezes as crianças são utilizadas como mão de obra. A Setas lançou como ferramenta para combater essa ação o programa Pró-família. As agentes e assistentes sociais deverão observar essa situação, um dos compromissos é o de denunciar e encaminhar os casos para tomada de providências”, disse.

O secretário pontuou ainda que a transferência de renda do Pró-família e o monitoramento tem o objetivo de criar uma grande rede de proteção social. “A erradicação do trabalho infantil é prioridade, uma responsabilidade para a formação de adultos mais saudáveis e conscientes”, concluiu.

Segundo a juíza auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, Jaqueline Cherulli, a mobilização chama a atenção para que se cumpra os direitos da criança e do adolescente. “Eles precisam ir para a escola, só assim mudanças vão acontecer”, explica a magistrada.

O vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro, agradeceu todos os parceiros que lutam por esta causa contra o trabalho infantil. “Todos temos o dever de erradicar o trabalho infantil. Pois o pai que não se preocupa com o trabalho infantil não se preocupa com suas crianças.  Essa é uma ação necessária, para que os adultos tenham uma infância diferente, seus direitos garantidos e tenham garantidas a dignidade da pessoa humana”, disse.

De acordo com o secretário municipal de Assistência Social, Wilton Coelho, tudo que prejudica a criança a afastando do momento de lazer e educação é uma violação de seus direitos. O secretario alerta que uma situação preocupante foi o aumento do trabalho infantil na agricultura. 

Montreal