Ministérios da Saúde e Educação liberam recursos e obras para Várzea Grande
Fullbanner1


Macropel

Ministérios da Saúde e Educação liberam recursos e obras para Várzea Grande

Fonte: Assessoria
SHARE
Upa do Ipase será qualificada e receberá mais recursos. Upa do Cristo Rei ganha mais prazo para construção. Já na área educacional recursos para obras de 14 Centro Educacionais (creches) e três quadras poliesportivas foram autorizados

Recursos federais para obras e ações nas áreas de Saúde e Educação foram assegurados em duas audiências com os ministros Ricardo Barros (Saúde) e Mendonça Filho (Educação) que receberam o senador Cidinho Santos acompanhado pelos secretários de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos e de Governo, César Miranda, além de técnicos de Várzea Grande que é a segunda maior cidade de Mato Grosso.

“Conseguimos liberar recursos importantes para a manutenção de obras, mas principalmente repasses federais de convênios para prestação de serviços como os realizados pela Saúde Pública de uma maneira em geral”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos logo após conversar com o secretário Jayme Campos.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros demonstrou estar impressionado com os números dos relatórios apresentados do atendimento prestado pela UPA IPASE a segunda unidade que funciona 24 horas por dia em Várzea Grande. A outra é o Hospital e Pronto-Socorro Municipal.

Somente a UPA IPASE atendeu 50.114 pacientes entre janeiro a maio deste ano enquanto o Hospital e Pronto-Socorro de Várzea Grande atendeu outros 60.764, somando assim mais de 110 mil pacientes apenas nestas duas unidades.

“Estive conhecendo a UPA IPASE no final do ano passado e fiquei muito impressionado com a estrutura e com o nível de atendimento realizado pela mesma”, disse o ministro Ricardo Barros ao autorizar que a unidade seja qualificada, o que ampliará os valores recebidos mensalmente para promover mais atendimentos prestados e novas especialidades oferecidas à população.

Jayme Campos assinalou que a ideia é avançar ainda mais e garantiu que a meta da prefeita Lucimar Sacre de Campos é seguir investindo cada vez mais em Saúde Pública. “Nosso compromisso é com Várzea Grande e sua gente e estamos fazendo uma Saúde de qualidade”, disse ele.

Outra solicitação atendida pelo ministro Ricardo Barros foi a ampliação do prazo para conclusão das obras da UPA do Cristo Rei que será a terceira unidade do município que vai  funcionar 24 horas.

Lançada em maio, a obra acabou sofrendo atraso por questões técnicas vinculadas a licitação que já foram corrigidas e novamente deverá ser realizada ainda no mês de julho.

Lucimar Sacre de Campos fez questão de lembrar que os números são muitos bons na área de Saúde, tanto que nos quatro primeiros meses deste ano de 2017 se comparado com o mesmo período de 2016, Várzea Grande ampliou em 44% os recursos destinados para a Saúde Pública, sendo que do total de R$ 40,545 milhões foram R$ 15.540 do Tesouro Municipal e R$ 16.697 milhões do Governo Federal e outros R$ 8.655 milhões do Governo do Estado.

EDUCAÇÃO:

Já com o ministro da Educação, deputado Mendonça Filho, os secretários conseguiram autorização para liberar recursos estimados em mais de R$ 30 milhões para a execução de obras de 14 Centros Municipais de Educação Infantil – CMEIs, as antigas creches que estão em construção.

“São obras essenciais que irão garantir entre 3.5 mil até 5 mil novas vagas para as crianças em idade escolar em Várzea Grande que praticamente vai dobrar o número de unidades escolares”, disse Jayme Campos assinalando que fora essas 14 obras, ainda existem outras duas que estavam abandonadas e que também foram retomadas pela Administração Municipal.

Jayme Campos apresentou também ao ministro Mendonça Filho uma prestação de contas das ações na área educacional e sinalizou pela construção de quatro escolas publicas municipais novas e outras três construídas em parceria com o Governo do Estado.

“Nós em dois anos reconstruímos oito escolas municipais que se encontravam no chão e sem qualquer condição de atender a população escolar”, lembrou a prefeita Lucimar Sacre de Campos, frisando que das quatro escolas que serão construídas pelo menos duas delas estão condenadas, ou seja, não podem mais ser reformadas, precisam ser reconstruídas em sua totalidade.

“São parcerias importantes que reforçam a política do Governo Federal por uma melhor Educação. É muito importante contar com parcerias como as feitas com Várzea Grande para que possamos obter mais resultados positivos na melhora do ensino público como um todo”, disse o ministro Mendonça Filho.

O ministro da Educação, autorizou ainda obras de três quadras poliesportivas cobertas em unidades escolares de Várzea Grande que serão executadas pela Administração Municipal e que atende as unidades em Várzea Grande. Somente este ano foram inauguradas duas novas quadras poliesportivas e outras três foram lançadas.

Montreal