Militar é preso e confessa que matou rapaz por dívida de compra...
Fullbanner1



Militar é preso e confessa que matou rapaz por dívida de compra de arma

Fonte: Da Redação - Com Folhamax
SHARE
Foto: Reprodução.

Um soldado do Exército, que ainda não teve o nome divulgado, foi preso pela morte de Rodson Vargas de Brito, 22, ocorrida na noite de ontem no bairro Jardim Flamboyant, em Cuiabá. A motivação para o assassinato teria sido dívida de compra e venda de armas, um soldado do exército brasileiro foi preso como acusado do crime.

Testemunhas informaram que um veículo Gol branco chegou à Rua H com dois homens e o motorista estacionou o veículo e esperou até a chegada de um veículo Citroen preto. Um dos homens que estava no Gol foi até o Citroen e permaneceu por alguns minutos, onde segundo as testemunhas, os dois discutiam dentro do veículo.

Em seguida, foi ouvido quatro disparos de arma de fogo. Após os tiros, o rapaz saiu e entrou no Gol Branco, fugindo.

A Polícia Militar e Judiciária Civil foram acionadas, bem como a Polícia Técnica, ao chegarem, os policiais encontraram várias notas de dinheiro espalhadas pelo veículo.

Com o auxílio de imagens gravadas pelas câmeras de segurança da vizinhança, os policiais conseguiram identificar a placa do veículo Gol. Eles se dirigiram ao endereço que apontava ao dono do carro e encontraram o acusado do crime.

O autor foi encontrado em sua residência, no bairro Jardim Arica em Várzea Grande. Ele foi identificado como sendo um soldado do Exército Brasileiro e confessou ter cometido o homicídio.

O autor também contou que roubou o celular da vítima, mas que havia jogado fora na ponte da Estrada da Guarita. A arma usada no crime não foi encontrada.