Microcefalia continua aumentando em Mato Grosso e Rondonópolis segue líder de casos...
Fullbanner1

Fullbanner2


Microcefalia continua aumentando em Mato Grosso e Rondonópolis segue líder de casos suspeitos

0
Fonte:
SHARE
Foto: Imagem Ilustrativa

Nos primeiros quinze dias do mês de fevereiro houve um aumento de 6,4% dos casos suspeitos de microcefalia notificados em Mato Grosso, passando de 111 para 121 em investigação, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Nesse período, uma morte foi registrada no município de Guarantã no Norte (a 715 km de Cuiabá), onde um recém-nascido indígena faleceu um dia após o nascimento. Com isso, já são três casos de óbito no estado, sendo um na Capital e outro em Mirassol D´Oeste.

Os casos notificados de microcefalia estão distribuídos em 26 municípios de Mato Grosso. A maioria deles, 76 casos (45,5%), em Rondonópolis (região Sul), e 48 casos (28,7%) em Cáceres (Oeste). A orientação da SES é que os municípios realizem a investigação para confirmação ou descarte dos casos conforme o Protocolo de Vigilância e intensifiquem o acompanhamento dos casos pela atenção à saúde.

De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da secretaria, Flávia Guimarães, desde que começaram a surgir as notificações de microcefalia no Brasil, a Secretaria de Estado de Saúde se mobilizou para compor um plano emergencial, tanto de combate ao mosquito Aedes aegypti, quanto para atendimento das crianças com microcefalia. O governo também passou a orientar as equipes dos Escritórios Regionais sobre a busca ativa de casos de microcefalia.

“A microcefalia é de notificação compulsória, mas temos muitos casos que passaram despercebidos pelas unidades de saúde. Por isso está sendo feita uma busca ativa em todos os municípios para identificarmos casos e, assim, podermos oferecer atendimento adequado para essas crianças”, destacou Flávia.

Fonte: Diário de Cuiabá

Montreal