Médica que desistiu da eutanásia precisa de ajuda para manter tratamento
Adventista

Fullbanner1


Médica que desistiu da eutanásia precisa de ajuda para manter tratamento

Fonte: Da redação Com Olivre
SHARE
(Foto: Karina Cabral/ O Livre)

A vida da médica Letícia Franco Viñe, 37 anos, teve diversas reviravoltas. Ela já esteve decidida a se entregar à morte assistida na Suíça, mas tornou-se exemplo de resiliência e superação depois que sua história de amor com Guilherme Viñe, de 30 anos, a fez voltar a lutar pela vida.

De volta à luta pela vida, ela enfrenta problemas não apenas físico-psicológicos, mas também financeiros. Os tratamentos são caros e, sem poder exercer sua profissão, Letícia não tem mais condições financeiras de manter o tratamento que lhe dá o mínimo de qualidade de vida. Por isso, ela e o marido decidiram pedir ajuda a todos aqueles que acompanham sua história e torcem por sua saúde.

Nessa quinta-feira (06), Guilherme criou uma página para Letícia no Vakinha Online, um site de arrecadação de dinheiro para fins específicos. A famosa “vaquinha”, mas de uma forma mais segura e informatizada. Na página, Guilherme escreveu um pouco sobre a necessidade da médica.

“Dra Letícia, infelizmente, possui uma doença raríssima que não tem cura, que lhe causa muita dor e fraqueza. Conseguimos tratamento paliativo, para diminuir a dor e dar a ela qualidade de vida em seus últimos anos de vida. Porém, o valor para mantê-la bem é altíssimo e não conseguimos arcar com as despesas, tampouco sua família, que já gastou tudo o que podia; ajudem a manter minha Lelis com sorriso”.