Mato Grosso registra 36 casos de dengue nas duas primeiras semanas de...
Fullbanner1

Gov

Adventista

Mato Grosso registra 36 casos de dengue nas duas primeiras semanas de 2017

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Nas duas primeiras semanas de 2017, Mato Grosso apresentou baixa incidência de dengue e de febre Chikungunya, chegando ao comparativo de um caso a cada cem mil habitantes. De primeiro de janeiro deste ano até 14 de janeiro foram 36 casos, uma redução de 99% em relação ao mesmo período de 2016, com 4.091 casos.

A febre Chikungunya teve apenas quatro registros em 2017, 97% a menos que 2016, onde foram notificados 130 casos. As informações são da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Vigilância Epidemiológica. Em Janeiro, 34 municípios notificaram casos de dengue.

Até o momento não houve confirmação de óbitos pela doença em 2017, porém há um caso em investigação no município de Colíder (634 km de Cuiabá). No mês de Janeiro, foram notificados três casos, de febre chikungunya, em Cuiabá, Campo Novo do Parecis e Cáceres.

Os casos de Zika deste ano ainda não foram computados. Devido à rotina de encerramento do SINAN NET. A divulgação oficial ocorrerá quando o sistema for reiniciado, o que está previsto para próxima semana. Vale ressaltar que em 2016, no mesmo período, foram notificados 3.798 casos suspeitos.

Mobilização

O início do período chuvoso aumenta o número de criadouros do mosquito Aedes aegypti. Por isso, é necessário aumentar a atenção e os cuidados para evitar os focos do mosquito. “As ações de mobilização, comunicação e educação em saúde são fundamentais para a mudança de comportamento e adoção de práticas saudáveis para a manutenção do ambiente preservando da infestação por Aedes Aegypti”, destaca a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Flávia Guimarães.

Confira os dados do boletim no anexo.