Mato-grossense provoca ira em dirigente do Palmeiras
Supermoveis



Mato-grossense provoca ira em dirigente do Palmeiras

Fonte: Da Redação
SHARE

O arbitro mato-grossense Wagner Reway foi uma das atrações na primeira partida de ida entre as equipes do Palmeiras e Cruzeiro pela fase semifinal da Copa do Brasil;  o motivo foi o fato do árbitro ter apitado uma falta contra o Palmeiras em um lance que resultou em um gol nos acréscimos da partida que acabou sendo anulado.

O jogo que terminou 1 a 0 para o Cruzeiro acabou irritando a diretoria do Palmeiras, que acusa o arbitro pelo resultado da partida.  “O Sérgio Corrêa (da Silva, chefe do departamento de arbitragem da CBF) esteve no meu vestiário antes do jogo. Ele disse para mim e para o Felipão: Alexandre, avise seus jogadores que lance capital é para seguir até o fim, depois vamos ver no VAR o que aconteceu”, disse o diretor de futebol do clube paulista, Alexandre Mattos.

O dirigente foi mais longe e pediu punição ao árbitro. “ Ele foi contra a própria recomendação da CBF. A gente espera que ele seja punido por isso. Por isso, gera essa confusão toda. Ele (árbitro) parou o lance antes, de maneira precipitada, contra a recomendação deles próprios. Por isso, fazem a gente vir aqui e falar especificamente de um lance que foi determinante, sem dúvida alguma “ reclamou o dirigente palmeirense.

Reway é o único árbitro de Mato Grosso com o escudo da Fifa e que tem apitado jogos de diversos campeonatos importantes como a Copa do Brasil e o Brasileirão da Série A, ele é considerado uma revelação dos campos do país.

Em Mato Grosso, no passado, ele já teve como desafeto, o ex-técnico do União Esporte Clube, Carlos Rufino.