Marildes, Fábio Cardozo e a queda de braço na Saúde
Supermoveis

Fullbanner2


Marildes, Fábio Cardozo e a queda de braço na Saúde

Poderosa base eleitoral, secretaria deve ficar dividida entre os dois prováveis candidatos a vereadores

Fonte:
SHARE

Do mesmo partido e muito provavelmente candidatos a uma vaga no legislativo municipal, em 2016, o já vereador, Fábio Cardozo (PPS), que deve tentar a reeleição, e a secretária de saúde do Município, Marildes Ferreira, já iniciaram, nos bastidores, uma “guerra” por espaço nos corredores da pasta de mais influencia, dentre todas do governo Percival Muniz: a saúde.

Foco dos principais investimentos do prefeito e com grande número de servidores, além de ter grande apelo popular, a saúde é um nicho eleitoral importante para as pretensões de ambos. Tendo Marildes, que se descompatibilizar seis meses antes do pleito, ela já iniciou um preparo do terreno de maneira a deixar pessoas de sua confiança com poder de decisão, dentro da secretaria.

Esta articulação por deixar seus “tentáculos”, para que seu afastamento não a faça perder força e nem votos, já foi diagnosticada por Cardozo, que também é um habilidoso nato, no quesito bastidores. Para tanto, Fábio já está dando o “pulo do gato” e se reuniu com o prefeito no intuito de empurrar a ex-diretora do Pronto Atendimento – P.A., Vânia Scapini, seu braço direito no setor e pessoa de sua profunda confiança, para o lugar deixado por Marildes.

A informação chegada a reportagem é que Marildes não gostou da pedalada de Fábio e tenta convencer o prefeito que Scapini, que a própria Marildes ajudou a derrubar do P.A., não seria o melhor nome. Percival, por sua vez, que tem tara por ver seus aliados se digladiando, anda dando corda para os dois lados.

A briga tem um motivo muito simples e se reflete numa análise quase unânime dentro do PPS: o partido não fará muitos vereadores como fez em 2012, até porque é pouco provável a montagem de uma aliança forte, e o claro desgaste adquirido pelo prefeito certamente não trará na própria legenda números de destaque. Sendo assim, entre Marildes, Reginaldo Santos e Fábio Cardozo, é bem provável que um não consiga chegar lá…

Montreal