Marca pessoal
Fullbanner1

Fullbanner2


Marca pessoal

Fonte:
SHARE

Por: Daiana Grummt

Mas, o que é realmente essa tal de marca pessoal que hoje em dia tantas pessoas comentam e procuram saber como aprimorar. Para saber mais um pouco sobre isso, eu preciso de falar de mim primeiro. Comecei a me apaixonar por marketing lá nos meus 20 anos, quando eu era como a maioria dos pequenos empreendedores: fazia tudo, inclusive o marketing.

Sem grandes recursos financeiros para investir em uma agência para desenvolvimento de design e campanhas para minha marca, eu fui fazendo tudo. E nada melhor para o aprendizado que fazer pesquisas e “colocar” a mão na massa.

Na época, meu aliado era o saudoso Orkut, já era ativa nas redes sociais mostrando o meu ‘peixe’. Após esse período veio esse blog que foi tomando formas diferentes ao longo dos anos. O fato é que eu vendia muito pela internet, e ainda bem que descobri cedo o poder dela.

Não se distanciando muito do nosso assunto sobre marca pessoal, a paixão sobre marketing fez de mim uma curiosa. Queria saber a todo custo porque a Coca-Cola – com outras várias outras marcas nascendo a cada dia – se mantém imbatível. Como a Apple cria não só produtos de tecnologia, mas, sim de amor – a marca não têm clientes, têm fãs – e status.

Descobri várias coisas e a principal é que essas empresas aplicaram desde do começo branding em suas marcas. Elas fizeram o passo-a-passo direitinho para que, cada vez que você precisasse desse tipo de produto procurasse aqueles que eram oferecidos por estas empresas. No entanto, a minha maior e melhor percepção foi algo muito simples: quem faz as empresas e as marcas são as pessoas! E como gosto de tratar “o mal” pela raiz, fui mais a fundo ainda para saber o que o dono dessas marcas pensavam e como agiam.

Cheguei até o branding pessoal! Já se fala em branding para empresas há pelo menos 19 anos no Brasil. E marca pessoal é justamente isso, aplicar branding no CPF para conquistar todas as vantagens que os CNPJ´s de sucesso têm. Branding, que eu já expliquei neste artigo , é um mix de ações e comportamentos com estratégicas para um objetivo claro: se tornar referência em um determinado nicho.

Ou seja, se você é advogado, um personal-trainer, uma professora, um empresário ou qualquer outro tipo de profissional e quer se tornar referência no seu segmento, não basta saber a técnica, precisa começar a aplicar branding para ter uma marca pessoal fortalecida. Ter uma marca pessoal é: fazer algo de um jeito que só você sabe fazer e mostrar ao mundo de forma adequada para que, o maior número de pessoas possíveis lembre de você como sendo referência na área.

Na próxima semana, nos dias 23, 24 e 25 de junho, vou ministrar um workshop sobre marketing pessoal no Hotel Slavieiro. Para mais informações e efetuação de inscrição, basta mandar um email para daianagrummt@gmail.com

Daiana Grummt é coach de marca pessoal, blogueira e palestrante

Montreal