Maluf admite avaliar chapa de consenso na AL
Fullbanner1

Fullbanner2


Maluf admite avaliar chapa de consenso na AL

Fonte:
SHARE
Foto:Internet.

O presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), acredita que pode haver consenso na formação da chapa para disputa da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Esta é a primeira vez que o deputado tucano admite que avalia ‘selar’ acordo com o vice-presidente da Casa, Eduardo Botelho (PSB), para que não haja um racha na base do governo, no Legislativo.

A declaração foi dada pelo presidente, no Palácio Paiaguás, ao final de uma reunião ocorrida entre o governador Pedro Taques (PSDB). “Eu acredito que devemos chegar num consenso, estamos conversando e evoluído. a Nossa expectativa é chegar num consenso”, disse Maluf, que evitou dizer quem irá encabeçar a chapa de presidente, vice e primeiro-secretário.

“Nos próximos 10 dias iremos chegar num acordo sobre quem será o candidato a presidente, vice e primeiro-secretário”. A ideia da chapa única entre ambos os deputados agradou os socialistas Oscar Bezerra e Max Russi, declararam para a reportagem que apoiaram a ideia.

O deputado  Ondanir Bortolini – Nininho (PSD) que ocupa a primeira-secretária disse para a reportagem que não irá articular juntamente com o PSD para continuar fazendo parte da Mesa. “Eu  liberei meu espaço. Vamos trabalhar e na próxima semana iremos definir e reunir para achar um entendimento entre os que estão pleiteado a Mesa”, comentou.

Nininho disse que já conversou com Guilherme que  pretendia pleitear a vaga de vice, mas, que irá conversar com os demais colegas do partido para chegar em uma definição. A eleição para composição da nova Mesa ocorrerá na primeira semana de setembro.

Na primeira eleição da Mesa da atual legislatura, Guilherme Maluf e Eduardo Botelho, haviam firmado um acordo para que na eleição de 2016, ocorreria uma dobradinha entre ambos. Conforme Botelho o acordo seria Maluf ficar com a primeira-secretaria. Porém, Maluf teria rompido o acordo e colocou seu nome novamente na disputa.

Na primeira gestão, Maluf foi considerado o candidato do Palácio Paiaguás, já nesta, conforme o líder do governo, Wilson Santos (PSDB) o escolhido seria o vice-presidente Botelho.

Apesar de negar influência na articulação para escolha da nova Mesa, nos bastidores, a informação é que o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que em breve ocupará  o novo Gabinete de Articulação Política, estaria trabalhando com a base do governo para eleger Botelho e que Maluf aceite a primeira-secretaria.

 Fonte:FolhaMax.

Montreal