Mais de três mil moradores do CPA I são contemplados com a...
Fullbanner1

Fullbanner2


Mais de três mil moradores do CPA I são contemplados com a 38ª edição do Mutirão de Limpeza

Fonte: Assessoria
SHARE

RAFAELA GOMES CAEATANO

A 38ª edição do Mutirão de Limpeza da Prefeitura de Cuiabá contemplou, neste sábado (05), mais de três mil moradores do bairro CPA I. Uma das regiões mais tradicionais e antigas da Capital, foi beneficiada com uma extensa operação desenvolvida pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, que contou com podas de árvores, higienização dos canteiros e calçadas, pinturas de meio-fio, troca de iluminação, além do Programa Cata-Treco, que realiza a retirada de bens duráveis que já não possuem utilidade.

Uma das referências da cuiabania, o CPA I recebe o mutirão pela primera vez neste ano. Para o secretário municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, a região é uma das mais estruturadas comercialmente e merece o mesmo cuidado que as demais comunidades.

“Esta é uma das áreas mais completas de Cuiabá, com um amplo centro comercial que envolve uma extensa faixa residencial. Ordenando e consolidado, o bairro precisa também receber o alerta do município quanto ao descarte irregular de resíduos sólidos, bem como os demais serviços que permitirão que este continue sendo um dos locais mais valorizados da cidade. A Prefeitura atua igualmente em todas as regionais, para que a cidade possa avançar em unidade em se tratando da qualidade de vida dos moradores. Nosso objetivo é eliminar bolsões de lixo, atuando de forma participativa na vida das inúmeras vizinhanças pelas quais percorremos semanalmente. Contamos também com o compromisso do cidadão em garantir que o trabalho aqui realizado seja devidamente mantido. Trabalhando em uníssono, toda a Capital será capaz de reduzir focos proliferadores do mosquisto Aedes Aegypti, conservando espaços de convivência saudáveis e casas organizadas que não apresentem riscos ao próprios proprietários”, afirmou o secretário.

Com aproximadamente três mil toneladas de resíduos sólidos diversos já retirados dos bairros cuiabanos, o Mutirão de Limpeza atualmente contabiliza também a extração de mais de 12 mil toneladas de bens duráveis descartados pelos moradores, na operação volante do Programa Cata-Treco. A destinação correta destes materiais tem contribuído significativamente para a segurança e integridade física das comunidades, uma vez que impede que animais peçonhentos se tornem comuns nas regiões, além de coibir a proliferação de outras enfermidades, como infecções, oriundas da convivência rotineira próxima a acúmulos de lixo em terrenos baldios.

“Nosso trabalho possui dimensões que extrapolam a simples limpeza e higienização das vias da Capital. A coleta adequada de resíduos sólidos, aliada ao amparo estrutural que damos aos munícipes com as podas e retiradas de árvores que apresentam riscos, reflete diretamente no nosso Índice de Desenvolvimento Humano, uma das prioridades do nosso prefeito Emanuel Pinheiro. Nós da pasta de Serviços Urbanos fomos incubidos com essa importante missão, de preparar a Capital para o seu tricentenário, alavancando seu IDH em proporções ainda não vistas. Trabalhamos com a meta de atingirmos a marca mais alta em se tratando desta avaliação e um dos aspectos cruciais para conseguirmos avançar neste sentido, é cuidar da qualidade de vida da nossa população a partir de operações como essas. Sabemos muito bem que lixo é sempre uma questão problemática e sua administração correta é um dos nossos principais alvos como gestores municipais. Queremos a Cuiabá do futuro, onde as ruas são devidamente arborizadas, as calçadas sempre limpas e o descarte regular de resíduos, uma realidade vivenciada diariamente. Dessa forma, não teremos obstruções de bueiros – que acarretam em alagamentos – e evitaremos futuras e penosas catástofres socioambientais”, pontuou o diretor técnico de Limpeza Pública, Rinaldo Antonio Nunes dos Anjos.

Estes reflexos positivos que o mutirão proporciona já são sentidos por toda a vizinhança. Para o presidente do bairro CPA I, Gonçalo Ferreira Arruda, percorrer as amplas ruas da região orientando e auxiliando os moradores é uma tarefa que produzirá frutos duradouros, além de solidificar o valor que a Prefeitura dá para o local.

“Contemplar essa estrutura toda, com a certeza de que estamos caminhando para que a cidade tenha um dos melhores IDHs do Brasil, é gratificante. Todas as ruas estão permeadas por agentes de limpeza que não medem esforços para contribuir com esta grande missão e isso é também um forte estímulo para os nossos mais de três mil moradores daqui. A tranquilidade de que seus impostos pagos estão sendo genuinamente revertidos para sua própria comunidade, reforça a garantia de que vale a pena estar em dia com o município, para que juntos possamos crescer e transformar esta cidade tão viva na mais admirada e respeitada do país. E como interlocutor da comunidade, posso atestar que sempre serei um parceiro da gestão pública, para que o CPA I possa se envolver diretamente com a valorização da nossa tão querida terra”, revelou.

Para uma das moradoras mais antigas do bairro, dona Maria do Carmo Gusmão, mutirões como esse mostram o diferencial que uma boa gestão pública pode exercer na sociedade. Ao lado da cunhada e comadre, dona Ana Maria de Assumpção, ela refletiu sobre os primórdios do CPA I, relembrando sua chegada e as mudanças significativas que acompanharam a região ao longo dos anos. “Eu fui a terceira moradora da minha rua e 38 anos atrás tudo isso aqui era desértico. Meu esposo foi o primeiro presidente do bairro e lutou muito para que pudéssemos crescer do jeito que estamos hoje. E saber que a Prefeitura de Cuiabá valoriza a nossa trajetória e contribui para que ela continue seguindo firme e forte é tranquilizador. Precisamos de uma gestão que não se esqueça de nós, que nos ajude a cuidar da comunidade e a oriente a preservar toda a vizinhança. O trabalho do mutirão é muito valioso para todos nós e fico muito feliz em saber que o município está atento às nossas necessidades”, concluiu.

Montreal