Maicon dá resposta a Kazim: “Certos babacas”. Corintianos respondem
Fullbanner1



Maicon dá resposta a Kazim: “Certos babacas”. Corintianos respondem

Fonte: Marcelo Hazan
SHARE

O zagueiro Maicon, autor do gol são-paulino no clássico
contra o Corinthians, neste domingo, deu uma resposta ao corintiano Kazim ao falar sobre sua comemoração: ele imitou uma galinha (apelido pejorativo dos
corintianos) logo após empurrar a bola para a rede.

Todos os detalhes de São Paulo 1 x 1 Corinthians

No sábado, o jogador turco, em postagem no Instagram,
referiu-se ao São Paulo como “bambis”. Machucado, ele não foi relacionado para
o jogo. Maicon começou falando que não
quis provocar ninguém. Sequer admitiu ter imitando uma galinha, mas deixou claro que estava com Kazim entalado. As rusgas entre os dois começaram na pré-temporada. Na final do Torneio da Flórida, Kazim e Maicon trocaram empurrões e foram expulsos.

– Foi uma comemoração que veio na hora, não é provocação,
não sou igual a certos babacas que ficam na internet falando gracinhas aqui e
ali, nem jogar jogam. Quer dar uma de favelado. 

Depois do jogo, ainda sem explicar detalhes da comemoração, Maicon completou:

– O futebol está muito chato…

O volante Rodriguinho, do Timão, concordou com o rival. Ao contrário de vários corintianos, ele não vê nada demais em provocações.

– Futebol está ficando um pouco chato, não podemos fazer muitas coisas.
Tudo é válido dentro de um jogo. Da mesma forma que ele comemorou assim,
podemos devolver na mesma moeda um dia. Espero que não tenha chororô,
também.

O Corinthians respondeu no Twitter à provocação dizendo que Jô esta sendo procurado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Ele fez gols contra o Palmeiras, Santos e, agora, o São Paulo. Como hashtag, a assessoria do Timão usou #godofclássicos, uma referência ao apelido de Maicon: God of Zaga. 

O volante Gabriel, por sua vez, disse que o adversário foi infeliz. Já o atacante Jô disse que Maicon gosta de bancar o xerife, mas não vê isso como algo grave.

– Nem vi a comemoração dele, como foi? Normal, o Maicon é um cara
empolgado. Não conheço ele fora de campo, mas ele quer ser xerifão, quer
ser o cara bravo, mas isso é da personalidade dele. Sou um cara
tranquilo, não tem o que falar. Faz parte do futebol. O Jô é um cara
tranquilo, mas se fosse o Rodriguinho ia fazer alguma coisa ali que a
torcida deles ia acabar não gostando.